Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4587
Título: A insustentável leveza do ter : consumismo como externalidade negativa no Brasil pós-abertura comercial (1990-2008)
Autor(es): Chaves Barreto Ferreira, Hugo
Palavras-chave: Crédito; Endividamento; População de baixa renda; Consumismo
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Chaves Barreto Ferreira, Hugo; Policarpo Rodrigues Lima, João. A insustentável leveza do ter : consumismo como externalidade negativa no Brasil pós-abertura comercial (1990-2008). 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Este estudo foi concebido no intuito de investigar os padrões de consumo e sua relação com os níveis de inadimplência e de endividamento para a população de baixa renda. Para além do modelo racional clássico, caracterizado pela figura do homo oeconomicus, defendeu-se que as decisões dos consumidores com menor poder aquisitivo não podem ser classificadas como racionais, pois não avaliam as conseqüências futuras advindas do endividamento progressivo. A metodologia de pesquisa foi conduzida a partir do levantamento de dados primários e secundários sobre o mercado de crédito brasileiro; os indicadores de endividamento e inadimplência; os rendimentos e despesas médias familiares por classe; o comprometimento da renda familiar; e a distribuição percentual das despesas por classe de rendimento, de acordo com as três últimas Pesquisas de Orçamentos Familiares do IBGE. Em função dos resultados encontrados, foi possível esboçar as mudanças estruturais ocorridas nos hábitos de consumo da população brasileira. Essas informações sugeriram de forma minimamente aceitável uma lógica desfavorável para a relação entre concessão de crédito, comprometimento de renda e os níveis de endividamento e inadimplência como externalidades negativas do consumo, as quais intuitivamente implicariam numa tendência em prol da manutenção das desigualdades no Brasil ao longo do período pós-abertura comercial
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4587
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Economia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo706_1.pdf574,11 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.