Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4531
Título: O uso do biodiesel de mamona como fonte alternativa de energia : possíveis repercussões sobre o semi-árido
Autor(es): VILAR, Adriana Aparecida Isola
Palavras-chave: Biodiesel de Mamona; Biodiesel no Semi-Árido
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Aparecida Isola Vilar, Adriana; Policarpo Rodrigues Lima, João. O uso do biodiesel de mamona como fonte alternativa de energia : possíveis repercussões sobre o semi-árido. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Este trabalho de Dissertação tem como objetivo desenvolver um estudo sobre o biodiesel como fonte alternativa de energia renovável e não-poluidora do meio ambiente, tendo em vista a preocupação da sociedade contemporânea com a dependência acentuada do petróleo em sua matriz energética, em seus processos industriais e em seu cotidiano. A produção de biodiesel pode implicar em diminuição da importação de derivados de petróleo para o Brasil e em incremento da pauta brasileira de comércio exterior, através do aumento da exportação do excedente de biodiesel produzido no mercado interno, favorecendo os países mais poluidores para uma melhor adequação ao Protocolo de Kyoto. No Brasil, o governo federal tem incentivado estudos sobre biocombustíveis através do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel, criado em 2004. O biodiesel surge como alternativa de diminuição da dependência brasileira dos derivados de petróleo e, também, como novo mercado para as oleaginosas. A introdução do biodiesel no mercado representa nova dinâmica para a agroindústria, com efeito multiplicador em outros segmentos da economia. Não se trata, simplesmente, de adicionar biodiesel ao diesel de petróleo. É preciso avaliar a implicação que irá se dar no campo, na indústria, no ambiente, na renda, no emprego, na oferta de matéria-prima, entre outros aspectos econômicos e sociais. Visando estimular o desenvolvimento econômico no semi-árido nordestino, este trabalho pretende estudar os possíveis impactos nessa região com a introdução da produção de biodiesel. A inserção da produção de biodiesel, através do cultivo da mamona pela agricultura familiar, poderá proporcionar o desenvolvimento da região semi-árida nordestina, bem como a melhoria social da população, mediante mobilização da força produtiva regional gerando emprego e renda. Através da análise de dados estimados para a geração de emprego e de renda na região do Semi-Árido, foi constatado que ao adotar um baixo nível tecnológico no cultivo da mamona, será possível criar mais empregos nessa área, de acordo com o objetivo do programa do governo. No entanto, para garantir maior produtividade e eficiência dos fatores produtivos, é mais indicado utilizar alto nível tecnológico na produção em detrimento do número de empregos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4531
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Economia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6123_1.pdf1,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.