Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4507
Título: A humanização na pedagogia de Paulo Freire
Autor(es): Jose Azevedo de Mendonça, Nelino
Palavras-chave: Desumanização; Humanização; Paulo Freire; Conscientização; Libertação
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Jose Azevedo de Mendonça, Nelino; Rohr, Ferdinand. A humanização na pedagogia de Paulo Freire. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: A construção de um mundo mais justo e humanizado exige a contribuição de processos educativos críticos e transformadores. Neste sentido, este trabalho buscou analisar o desenvolvimento do conceito de humanização no pensamento de Paulo Freire, levando em consideração os elementos centrais que constituem a concepção humanista em sua pedagogia. A humanização foi tomada como categoria fundante em sua obra e esse sentido humanizador exigiu o entendimento de como os processos educativos se estabelecem enquanto ação cultural e, conseqüentemente, instrumento de transformação da realidade. Esta é uma pesquisa exclusivamente teórica, que requer uma compreensão e interpretação da obra de Paulo Freire de acordo com os objetivos estabelecidos, tendo como referência e base conceitual as correntes filosóficas humanistas e o pensamento de autores que o influenciaram. O procedimento metodológico se utilizou de técnicas hermenêuticas de interpretação de texto e buscou o entendimento e a dimensão criadora nas suas múltiplas possibilidades de abertura dialógica própria da hermenêutica. O discurso freireano vai constituindo, gradativamente, uma concepção humanista do mundo e da vida social e incorporando várias concepções políticofilosóficas acerca do mundo, da sociedade e do ser humano. Este aspecto faz de Freire um pensador que não se enquadra em nenhuma corrente filosófica, mas absorve aspectos de várias delas e, assim, vai moldando e sedimentando a sua pedagogia na perspectiva de um pensamento libertador e humanista. Dessa forma, o humanismo de Paulo Freire passa a ser melhor entendido na dimensão da própria dialética freireana. Isso porque a sua idéia de existência humana se fundamenta no princípio da unidade dialética sujeito-mundo, no qual o ser humano está histórica e culturalmente marcado. Portanto, é possível afirmar que esse humanismo é concreto, crítico, engajado, transformador, pois se alimenta na ação-reflexão, na práxis cotidiana de homens e mulheres que lutam pela sua libertação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4507
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5382_1.pdf965,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.