Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/449
Title: Distribuição espaço-temporal e taxonomia da família Oncholaimidae (Nematoda, Enoplida) no Talude da Bacia de Campos, Rio de Janeiro, Brasil
Authors: Vieira de Miranda Júnior, Geruso
Keywords: Nematoda; Bacia de Campos; Taxonomia; Mar Profundo; Oncholaimidae
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Vieira de Miranda Júnior, Geruso; Gomes da Fonseca Genevois, Verônica. Distribuição espaço-temporal e taxonomia da família Oncholaimidae (Nematoda, Enoplida) no Talude da Bacia de Campos, Rio de Janeiro, Brasil. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Os Nematoda representam cerca de 80 a 99% da abundância total de metazoários em mar profundo, contudo, poucas pesquisas são desenvolvidas neste ambiente. Este trabalho trata de identificar a Família Oncholaimidae ao nível específico, bem como as novas espécies e sua distribuição numa plataforma do Atlântico Sudoeste. As coletas foram realizadas na Bacia de Campos, Rio de Janeiro, em duas Campanhas, a primeira em Novembro a Dezembro de 2002 e a segunda em Junho a Julho de 2003. A amostragem foi realizada, horizontalmente, em duas áreas (Norte e Sul) e nas isóbatas de 750, 1050, 1650, 1650 e 1950 metros. Para uma análise de distribuição vertical o sedimento foi dividido em dois estratos (0-2cm e 2-5cm). Oncholaimidae esteve composto por quatro Gêneros (Meyersia, Oncholaimellus, Oncholaimus e Viscosia), duas espécies válidas e três novas. Estas espécies apresentaram uma distribuição horizontal descontínua e a variação intra-anual mostrou uma maior abundância na segunda Campanha. Verticalmente, esta Família esteve presente apenas no estrato superior, fato que pode estar correlacionado com o nível trófico do táxon (predadores), e à disponibilidade de alimento nas camadas superiores, favorecendo e atraindo níveis tróficos inferiores (detritívoros e comedores de epistrato). A distribuição horizontal e a variação intra-anual de Oncholaimidae pode estar relacionada a um padrão de distribuição em mosaico do grupo, o qual depende do aporte temporário de nutrientes em agregados e a ausência de turbulência contínua ao nível do fundo sedimentar. Outra explicação estaria relacionada à variação nos instrumentos de coleta utilizados e os efeitos colaterais envolvidos como o efeito Bow-wave e o de borda
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/449
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1205_1.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.