Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4398
Título: Educação, Estado e organizações sociais: um estudo sobre o papel do Observatório de Favelas na formulação e implementação de Políticas Públicas de Juventude na região metropolitana do Recife
Autor(es): Tenório Cavalcanti, Rossana
Palavras-chave: Sociedade Civil;Movimentos Sociais;Políticas Públicas de Juventude
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Tenório Cavalcanti, Rossana; Simão de Freitas, Alexandre. Educação, Estado e organizações sociais: um estudo sobre o papel do Observatório de Favelas na formulação e implementação de Políticas Públicas de Juventude na região metropolitana do Recife. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: O presente estudo teve por objetivo mais amplo problematizar o papel das organizações sociais na formulação e implementação de políticas públicas direcionadas aos segmentos juvenis das periferias urbanas. Mais especificamente investigou-se, desde a relação Estado-Sociedade Civil, o papel mediador das organizações sociais na configuração dessas políticas. Tomamos como referência as categorias Esfera Pública, Movimentos Sociais e Sociedade Civil, tendo em vista extrair um caminho analítico de compreensão da configuração das novas relações que se estabelecem entre a sociedade civil e o Estado. A intenção era delinear como as gestões do Governo Fernando Henrique e do Governo Lula apreenderam e delimitaram o papel das organizações sociais. Nosso objeto de estudo foi a organização social Observatório de Favelas e o programa Redes de Valorização da Vida. Os dados foram construídos através de análise documental e entrevistas com os gestores e formadores que atuaram nesse programa na comunidade do Coque localizada no município do Recife. As análises revelaram as tensões geradas em torno da ideia de replicação de determinadas experiências sociais e educativas, com a finalidade de produzir princípios e metodologias de ação passíveis de serem universalizadas pelos aparelhos governamentais. Revelaram ainda que, apesar das tensões geradas, o programa possibilitou certo impacto na vida dos jovens, na medida em que durante o seu desenvolvimento se iniciou um processo de ressignificação da própria experiência. Finalmente, nossos dados evidenciaram a necessidade de se pensar com mais cuidado a dimensão do tempo desses programas, bem como a dimensão do vínculo entre os formadores e os sujeitos que participam destas ações, visto que estas parecem ser condições essenciais para o alcance político e pedagógico dessas iniciativas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4398
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4078_1.pdf576,54 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.