Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4392
Título: A experiência do ciclo de alfabetização (1986-1988) na formação dos professores da Rede Municipal de Ensino de Recife: algumas reflexões
Autor(es): COELHO, Juliana Maria Lima
Palavras-chave: Ciclo Alfabetização;Concepções de Ensino;Análise Fonológica
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Lima Coelho, Juliana; Borges Correia de Albuquerque, Eliana. A experiência do ciclo de alfabetização (1986-1988) na formação dos professores da Rede Municipal de Ensino de Recife: algumas reflexões. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: Ao observamos a realização de um trabalho que envolvia práticas de alfabetização, percebemos a prática bem sucedida de algumas professoras que haviam participado da implantação do Ciclo de Alfabetização na rede municipal de ensino de Recife (1986 1988). Sabemos que esse processo de implantação do Ciclo se deu mediante a divulgação dos estudos sobre a psicogênese da língua escrita, da consciência fonológica e dos usos e funções da escrita. Com base nesses dados, nos propusemos a realizar um estudo, no qual visamos entender o processo de implantação do Ciclo de Alfabetização na rede de ensino de Recife no período citado. Para atingir esse objetivo, se fez necessário investigar as concepções de alfabetização que foram discutidas no Ciclo de Alfabetização, verificar os encaminhamentos dados aos professores alfabetizadores, no que concerne ao trabalho específico de apropriação da escrita, para interpretar como os professores transpunham essas orientações na construção da sua prática, a fim de analisar a construção delas pelos professores, a partir das experiências vivenciadas no Ciclo de Alfabetização. Para contemplar esses objetivos, recorremos a um relatório que trazia as discussões teóricas e encaminhamentos didáticos fornecidos durante a capacitação para os alfabetizadores da rede e analisamos esses documentos. Realizamos, ainda uma entrevista com seis professoras que participaram da implantação do Ciclo, uma assessora de língua portuguesa e uma supervisora da rede de ensino. Percebemos que o relatório trazia discussões sobre as concepções de ensino/aprendizagem pensadas na época da implantação do Ciclo em Recife. Analisamos a presença de sugestões de atividades que contemplavam as propostas divulgadas no material e, para estudar as tais propostas, elaboramos uma tabela, a qual foi composta por categorias, baseadas nos processos cognitivos, elaborados pelas crianças, para responder às tarefas. Com essa categorização de atividades, percebemos que quase todos os exercícios propostos, cerca de 75% envolviam a análise fonológica. Eram atividades sugeridas, mediante o trabalho com textos. Por meio da escolha da palavra-chave, era realizado todo o trabalho de reflexão fonológica. Na entrevista com as professoras, elas mencionaram o trabalho com textos, considerando seus conhecimentos prévios. Com isso, identificamos uma relação teoria-prática muito articulada nesse período, relação essa que favoreceu uma construção da prática docente em alfabetização, contemplando as propostas pedagógicas do Ciclo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4392
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3657_1.pdf2,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.