Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/437
Title: O tecido empreendedor e o capital social costurando o desenvolvimento local : um estudo em aglomerado de confecção no Agreste pernambucano
Authors: Regina Ney Matos, Fátima
Keywords: capital social; empreendedorismo; arranjo produtivo; desenvolvimento local
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Regina Ney Matos, Fátima; Gomes de Paiva Júnior, Fernando. O tecido empreendedor e o capital social costurando o desenvolvimento local : um estudo em aglomerado de confecção no Agreste pernambucano. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Este estudo procurou analisar manifestações do capital social e do empreendedorismo na formação de um arranjo produtivo de confecções, bem como a ocorrência do desenvolvimento local. A fundamentação teórica foi alicerçada no capital social, tendo em vista que o mesmo pode ser fonte de absorção de recursos por empreendedores que, quando geograficamente localizados, podem formar arranjos produtivos e possibilitar o desenvolvimento local. A abordagem metodológica foi a pesquisa qualitativa e realizou-se um estudo de caso, delimitado pelo conjunto de micro e pequenas empresas de confecção de jeans localizadas no município de Toritama, no agreste pernambucano. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas e observação e o material textual foi codificado e analisado por categorias, com o auxílio do software Atlas⁄ti. Os resultados mostraram que o fenômeno empreendedor é vigoroso, mas prevalece a lógica competitiva, em detrimento da cooperação, não se observando ocorrência significativa de manifestações do capital social. Não existem políticas públicas direcionadas para a implementação de relações cooperativas e nem para a formação de alianças e parcerias estratégicas fora do núcleo familiar. Pode-se concluir que a presença do capital social não influencia na constituição do arranjo produtivo, sendo sobrepujado pela força do capital empreendedor, que dinamiza a economia e possibilita, além da manutenção do aglomerado, o desenvolvimento local
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/437
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1100_1.pdf4.04 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.