Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4346
Título: Estudo exploratório da capacidade de pagamento da alocação de água em perímetros irrigados : o caso do Projeto Icó-Mandantes no Sistema Itaparica - PE
Autor(es): Mozart Benevides Cruz, José
Palavras-chave: Agricultores;Rio São Francisco;Perspectivas sócio-econômica
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Mozart Benevides Cruz, José; Chaves Lima, Ricardo. Estudo exploratório da capacidade de pagamento da alocação de água em perímetros irrigados : o caso do Projeto Icó-Mandantes no Sistema Itaparica - PE. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: O estudo contextualiza a construção da barragem de Itaparica no leito do Rio São Francisco e os perímetros irrigados do Sistema Itaparica. Objetivou-se levantar o perfil dos agricultores que podem vir a arcar com os custos da alocação da água em perímetros irrigados, especificamente explorando o caso do perímetro Icó Mandantes. A pesquisa levantou os custos da CHESF no processo de alocação de água no perímetro, definiu o perfil do reassentado, identificou o perfil dos que têm a capacidade de pagamento da alocação da água e fornece instrumentos para a gestão e o controle dos gastos com essa alocação. O estudo fundamentou-se na modelização conceitual da relação principal agente. A amostra foi composta de 271 agricultores, em escolha aleatória do total de 650 produtores cadastrados nas cooperativas. Na metodologia, um estudo empírico de levantamento das características e perspectivas sócio-econômicas e de produção dos agricultores foi realizado, por meio de questionários e de entrevistas com reassentados, dirigentes de cooperativas e lideranças locais. Além disso, também foi aplicado um estudo econométrico, utilizando o método da regressão linear. Os resultados apontam que, em média, a alocação de água no Projeto de Icó-Mandantes está acima do que é recomendado, e constatou-se a defasagem na produtividade. Nos resultados da regressão linear , encontrou-se que as variáveis da idade, tamanho do lote e diversificação de culturas são diretamente proporcionais à produtividade e à renda
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4346
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Economia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5964_1.pdf585,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.