Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4300
Título: Análise de investimento de uma usina termelétrica : uma abordagem determinística e probabilística
Autor(es): BITTENCOURT, Rogério Motta
Palavras-chave: Análise de investimento; Termelétrica; Preço de energia; Análises determinísticas e probabilísticas; Risco
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Motta Bittencourt, Rogério; Lamartine Távora Júnior, José. Análise de investimento de uma usina termelétrica : uma abordagem determinística e probabilística. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: A partir de uma apresentação das principais mudanças no setor elétrico brasileiro, com o aumento da competitividade, principalmente no segmento de produção de energia elétrica, onde a nova política de compra e venda de energia elétrica se dá através de leilões, este trabalho procura demonstrar por meio de estudos determinísticos e probabilísticos, quais os melhores níveis de venda de energia, no longo e curto prazo, vinculados a diferentes parcelas de contratação de combustível. Partindo de um preço mínimo que satisfaça as condições de financiamento de capital de terceiros e ao mesmo tempo viabilize o investimento, dentro de cenários esperados de expansão da geração e da demanda, é definido o montante da produção de energia de uma termelétrica a ser ofertado em licitações, para contratação bilateral, que melhor remunere o empreendedor. Diante dos ambientes de incerteza e risco do mercado de energia são realizados estudos de sensibilidade das principais variáveis e calculados índices estatísticos que permitem ao investidor avaliar, para diferentes custos de capital próprio e para variadas alternativas analisadas, aquela que lhe traga o melhor retorno esperado, considerando o grau de risco a que deseja se submeter. Na análise de risco do investimento do projeto é calculado, para cada nível de contratação de energia e de flexibilidade operacional, o desvio padrão, o coeficiente de variação, a probabilidade de não se remunerar o investimento e os percentis de 1%, 5% e 10% dos retornos de possíveis fluxos de caixa do projeto. Para a melhor modalidade de contratação de energia e para variados níveis de contratos de combustível são analisadas as menores tarifas de energia para um risco de 5% de não se remunerar o investimento, juntamente com os índices econômicos esperados para o projeto. Este modelo de análise de investimento permite ao analista, diante das estimativas de preços altos ou baixos no mercado de curto prazo, observar possibilidades de ganho, usufruindo os benefícios deste ambiente. Para isso, considera o despacho da usina e a venda da parcela flexível da produção de energia nos momentos de preços de curto prazo favoráveis e, por outro lado, aproveita as condições de preços reduzidos, para negociar a aquisição da energia necessária para se honrar os contratos bilaterais, correspondentes à parcela inflexível da geração, evitando custos operacionais desnecessários à produção de energia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4300
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Economia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5927_1.pdf788,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.