Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4298
Title: A relação dos/das jovens com o saber a partir da experiência no programa de inclusão de jovens - PROJOVEM
Authors: ARAUJO, Dayse Alves Pessoa de
Keywords: ProJovem;Juventude;Saber integrado;Prática/Práxis Pedagógica
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Alves Pessoa de Araujo, Dayse; Tenório de Carvalho, Rosângela. A relação dos/das jovens com o saber a partir da experiência no programa de inclusão de jovens - PROJOVEM. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A presente pesquisa tem como objetivo compreender a relação dos/as jovens com o saber a partir da experiência do Programa de Inclusão de Jovens ProJovem vivenciado na Cidade do Recife. A pesquisa está ancorada no campo teórico da Educação Popular, por entendermos que a educação dos/as jovens a quem se destina o Programa ProJovem vai ao encontro deste campo na medida em que a realidade começa a fazer algumas exigências à sensibilidade e à competência científica dos educadores e educadoras. Trabalhamos a relação com o saber a partir das idéias de Charlot (2000), compreendendo-a como elemento da parcialidade prática discente desenvolvida de acordo com a concepção de Prática/Práxis Pedagógica conforme é teorizada por Souza (2007). Partindo da reflexão sobre a nossa prática, o estudo sobre o objeto relação com o saber desenvolve-se na perspectiva da Pesquisa Participante, a qual buscamos, através de uma abordagem qualitativa do conhecimento, organizar estratégias para dialogar com os/as jovens participantes da pesquisa e dessa forma obtermos dados que subsidiassem a compreensão dessa relação. Ao considerarmos a Proposta Pedagógica do ProJovem, dialogamos sobre as concepções as quais se pautam o referido Programa e, assim, discutimos o saber integrado, partindo das categorias saberes teóricos ou intelectuais, saberes práticos e saberes de natureza ético-moral; e dos conteúdos educacionais, instrumentais e operativos, formuladas pelos referidos teóricos, para a criação das unidades de análise saberes privilegiados, saberes priorizados e estratégias para aprender presentes na concepção do objeto em questão. Essas unidades, em confronto com os dados obtidos na vivência em campo, possibilitaram chegar às seguintes considerações: a) partindo do saber integrado (formação básica, qualificação profissional e ação comunitária) não há privilegiamento de saber/es, mas sim privilegiamento do ProJovem em relação à Escola; b) constatamos que houve a priorização dos saberes teóricos ou intelectuais (conteúdos educacionais e instrumentais) ligados aos conhecimentos da formação básica e saberes práticos que relacionamos à qualificação profissional; c) verificamos que os/as jovens desenvolvem estratégias próprias para aprender, que se misturam com as estratégias convencionais e criam o que denominamos de dispositivos de retorno pedagógico . Desta forma, as considerações parciais desta pesquisa apresentam resultados de suma importância à compreensão da noção de relação com o saber, anunciando a necessidade e a possibilidade de novas investigações acerca da temática
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4298
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3481_1.pdf6.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.