Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4240
Título: A Prática Docente nos Cursos pré-vestibulares
Autor(es): SILVA, Kleber Clementino da
Palavras-chave: Prática docente; Ensino; Função do conhecimento; Concepções educacionais
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Clementino da Silva, Kleber; Batista Neto, José. A Prática Docente nos Cursos pré-vestibulares. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo fundamental caracterizar a prática docente nos estabelecimentos de ensino não escolar denominados cursos pré-vestibulares ou cursinhos . Julgando imprescindível, para esta caracterização, abordar tanto a docência em si quando o espaço onde a docência se concretiza, seu aporte teórico abrange três níveis: no debate acerca da função do conhecimento e da escolarização para o homem em sociedade, nos autores que se dedicam a examinar os processos de mercantilização da vida social e da educação e nos estudos que se debruçam sobre a prática docente, investigando suas manifestações e seus elementos constituintes. Sobre este alicerce conceitual, do qual derivaram as categorias a partir das quais abordar o fenômeno, assim como a compreensão do ensino enquanto instância privilegiada e caracterizadora da prática docente, ocorreu ao trabalho de campo, realizado em três estabelecimentos privados de ensino pré-vestibular, todos situados na Região Metropolitana do Recife, contando-se com a participação de sete sujeitos. Os dados coletados, oriundos de observações em sala de aula e entrevistas com os professores e com outros personagens do universo dos cursinhos (alunos e coordenadores), revelaram que os cursos prévestibulares e o ensino praticado em seu interior se caracterizam pela heterogeneidade. Em sua progressiva especialização, os Pré-vestibulares têm-se ramificado em diversos modelos (colégio e cursos, matérias isoladas, cursos de matérias isoladas) a oferecer serviços educacionais aos vestibulandos e espaços para a profissionalização docente, cada ramo dotado de peculiaridades. E, no tocante ao ensino, enquanto em dimensões como seu planejamento e seu exercício no transcurso das aulas predomina um ensino tradicional, factual, apartado da realidade dos alunos e alheio aos seus saberes, de orientação mnemônica e que preconiza a aprendizagem rápida e pragmática, já condenadas pela literatura pedagógica, na relação professor-aluno descobrem-se exemplos de disponibilidade e afetuosidade tal como defendidos pela mesma literatura. Acerca das práticas avaliativas, ao lado prova ( simulado ) de cunho objetivo, classificatório e aferidor, encontram-se casos de sua introdução no papel diagnóstico igualmente recomendado pelos estudos recentes, com o que convivem concepções e fazeres de distintos matizes. Em síntese, ao mesmo tempo em que pôde ratificar muitas das impressões mantidas pelo senso comum, o contato direto com os Pré-vestibulares trouxe à tona novas facetas de um setor sui generis, cuja existência e prosperidade se liga tanto à história quanto ao momento por que passa presentemente a Escola brasileira
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4240
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3416_1.pdf1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.