Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/420
Title: Condição micorrízica em espécies de passiflora e efeito da simbiose na promoção do crescimento
Authors: Matos e Silva, Eliene
Keywords: Passifora cincinnata; P. setacea; adubação fosfatada; crescimento; Glomus etunicatum
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Matos e Silva, Eliene; Mayumi Yano Melo, Adriana. Condição micorrízica em espécies de passiflora e efeito da simbiose na promoção do crescimento. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Espécies de Passiflora podem ter seu desenvolvimento comprometido na ausência da micorrização. Esse trabalho objetivou avaliar a colonização micorrízica (CM) e o número de glomerosporos (NG) na rizosfera de acessos de P. cincinnata em campo e o efeito da inoculação com Glomus etunicatum e da adubação fosfatada no crescimento de P. cincinnata (acessos T03-36, C07-01 e A04-25) e P. setacea. O delineamento experimental para cada espécie foi do tipo inteiramente casualizado com quatro tratamentos (controle, P, FMA e P+FMA) em oito repetições. Avaliou-se quinzenalmente a altura, número de folhas e gavinhas, e ao final do experimento a área foliar (AF), biomassa fresca (BF) e seca (BS) aérea e radicular, teor nutricional, CM e NG. No campo, a CM e a NG diferiram significativamente entre as rizosferas de P. cincinnata, com média de 0,35 % de colonização e ˂ 1glomerosporo/50 g de solo. Em geral, plantas de P. cincinnata (acessos T03-36 e A04-25) micorrizadas, com ou sem adição de P, diferiram significativamente daquelas nos tratamentos controle e com P, na AF, BF, BS e CM. Plantas micorrizadas do acesso C07-01 diferiram das demais quanto à AF, BS, CM e NG. Diferenças na altura e número de folhas foram observadas a partir de 30 dias da inoculação para as duas espécies de Passiflora. Concui-se que P. cincinnata e P. setacea desenvolvem melhor quando micorrizadas e que a adição de P pode reduzir o número de glomerosporos e a colonização micorrízica e não beneficia plenamente o crescimento dessas espécies na ausência de FMA
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/420
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EMS.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.