Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3709
Title: Efeitos da diversificação de ativos na eficiência da gestão dos investimentos dos fundos de pensão brasileiros
Authors: Silva, Luiz da Penha Souza da
Keywords: Alocação de Ativos; Teoria de Carteiras; Fronteira Eficiente; Teoria de Portfólio de Markowitz; Carteiras de Média-Variância; Investimentos no Exterior pelos fundos de pensão brasileiros
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: da Penha Souza da Silva, Luiz; Lamartine Távora Júnior, José. Efeitos da diversificação de ativos na eficiência da gestão dos investimentos dos fundos de pensão brasileiros. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: O objetivo principal desta dissertação foi avaliar a alocação dos ativos dos fundos de pensão brasileiros considerando quatro cenários factíveis dentre eles um que pressupõe estabilidade econômica com taxas de juros reais em torno de 4% ao ano. O modelo utilizado foi o da teoria de carteiras proposto por Harry Markowitz. Os resultados da pesquisa mostraram que no cenário com taxas de juros reais de 4% ao ano, o retorno esperado para o mesmo risco de uma carteira atual, hipoteticamente representativa da carteira dos fundos de pensão brasileiros, foi de 4,53% ao ano, já com os ativos domésticos de maior risco na carteira. Por outro lado, incluindo investimentos no exterior esse retorno ficou na faixa de 4,78% a 5,41% ao ano, mesmo considerando o risco cambial. A pesquisa explorou também os limites para alocação e os resultados mostraram que a imposição de limites provocou um aumento do risco, deslocando a fronteira eficiente para a direita. Assim, o trabalho apresenta elementos que contribuem de maneira significativa para o debate desse importante tema, subsidiando a gestão dos fundos de pensão e o órgão regulador na revisão do normativo que disciplina o assunto. O trabalho concluiu, tecnicamente, que em qualquer cenário os fundos de pensão brasileiros podem melhorar ainda mais a eficiência na alocação dos recursos e no cenário de estabilidade com taxas de juros reais em torno de 4% ao ano é imprescindível a alocação em ativos alternativos incluindo investimentos no exterior
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3709
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LPSS.pdf2.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.