Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3662
Title: Avaliação das atividades biológicas de derivados Semicarbazônicos como potenciais candidatos a fármacos
Authors: Vasconcelos Santos, Andréa
Keywords: Nitrofurazona; Doença de Chagas; Nitrocompostos; N-Alquilação
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Vasconcelos Santos, Andréa; Jose Brondani, Dalci. Avaliação das atividades biológicas de derivados Semicarbazônicos como potenciais candidatos a fármacos. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A Doença de Chagas, ou Tripanossomíase Americana, é a infecção causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi. Apresenta uma fase aguda, que pode ser identificada ou não, com tendência à evolução para a forma crônica, caso não seja tratada precocemente com medicamento específico. Esta enfermidade ocorre principalmente na América Latina, a contaminação nessa região afeta 18 a 20 milhões de indivíduos. No Brasil e na maioria dos países, apenas o Benznidazol (Bdz) está disponível para o tratamento da doença de Chagas, e apesar de seu uso clínico, este fármaco apresenta efeitos colaterais severos, sendo ativo apenas na fase aguda da doença. Neste contexto, faz-se necessário a busca de novas substâncias com potencial atividade anti-T. cruzi. Derivados semicarbazônicos têm sido estudados quanto às suas propriedades antichagásica, antitumoral e antimicrobiana, dentre eles, os derivados da Nitrofurazona (5-nitro-2-furfurilidenosemicarbazona), um antimicrobiano de largo espectro de ação contra microorganismos Gram-positivos e Gram-negativos, como também potente ação para a forma aguda da doença de Chagas. Utilizando as boas propriedades destes compostos e buscando aperfeiçoá-las, aplicamos a técnica de modificação molecular, para obtenção de derivados mais potentes e menos tóxicos. Novos derivados semicarbazônicos foram sintetizados mediante a alquilação em meio aprótico, na posição N2 e N2,N4 da porção semicarbazona para aumentar sua lipofilia. Ao realizar esta reação com quantidades equimolares de semicarbazona e haletos de alquila são produzidos derivados N2-monoalquilados que foram os mais ativos da série quanto à atividade antimicrobiana em ensaio in vitro frente a microorganismos patogênicos quando comparados aos dialquilados nas posições N2,N4. Quanto à atividade antitumoral, semicarbazonas possuem histórico de potencial mutagênico, porém novos estudos têm demonstrado que esse potencial depende da dose empregada e do alvo específico. Diante disto, submetemos nossas moléculas a testes de inibição de crescimento frente às linhagens de células de carcinomas de cólon, mama e pulmão, e destes, o composto S04 mostrou-se mais promissor, com IC50=4,9 μg/ml. Para a avaliação antichagásica os derivados apresentaram atividade promissora para a cepa epimastigota, com destaque para a substância S02, que apresentou IC50=0.5μg/ml e citotoxicidade cerca de quatro vezes menor do que o Beznidazol. Desta forma, através deste estudo é evidenciado que estes derivados podem ser considerados promissores protótipos não apenas para a Doença de Chagas, como também para avanços na terapia antibacteriana e antineoplásica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3662
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8499_1.pdf3.55 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.