Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3637
Title: A Conservação do patrimônio natural em condomínios horizontais residenciais: estudos de caso em Aldeia, Pernambuco
Authors: Felipe Arruda de Castro, Mario
Keywords: Patrimônio natural;Condomínios horizontais residenciais;Urbanismo bioclimático
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Felipe Arruda de Castro, Mario; Rita Sá Carneiro Ribeiro, Ana. A Conservação do patrimônio natural em condomínios horizontais residenciais: estudos de caso em Aldeia, Pernambuco. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O bioma Mata Atlântica é um patrimônio nacional que apresenta diversos fragmentos na região de Aldeia, periferia da metrópole do Recife, onde nas últimas décadas tem se intensificado os sinais de degradação ambiental, decorrentes do intenso parcelamento e mudanças no uso do solo, e onde se evidencia a implantação de condomínios horizontais residenciais. O objetivo deste trabalho foi compreender as relações entre as práticas espaciais nos condomínios horizontais residenciais e as alterações no patrimônio natural, com vistas à sua conservação diante do cenário das mudanças climáticas globais. O Condomínio horizontal residencial Torquato Castro, tomado como objeto de estudo, tem área de 49,7 hectares, contém 270 unidades privativas e está localizado no município de Camaragibe, PE,. Para compreender as práticas espaciais que se desenvolvem neste condomínio foi investigada a legislação ambiental e de uso e ocupação do solo que se aplicam à região de Aldeia, e realizada a análise de conteúdo das atas das assembléias gerais do referido condomínio. Em seguida foi realizada uma análise histórico-morfológica das alterações da forma urbana e do patrimônio natural, recortado ao estrato arbóreo das matas, e aos bosques de espécies arbóreas exóticas, entre os anos de 1952 a 2009. A esta investigação foi acrescida a identificação das espécies arbóreas exóticas, atualmente componentes do patrimônio, e a verificação do desempenho bioclimático dos recintos urbanos no referido condomínio horizontal. Os resultados mostraram que a atual legislação tem propiciado distintas interpretações, dificultando a melhor aplicação dos comandos legais no que se refere aos condomínios horizontais residenciais cuja implantação tem permitido a redução da área potencialmente construtiva e a possibilidade de controle urbano mais eficaz. O reconhecimento e apropriação do patrimônio natural emergem entre os condôminos sendo esta uma condição fundamental para sua conservação. As alterações nos padrões morfológicos urbanos determinaram diferentes espaços livres e recintos urbanos e a introdução de espécies arbóreas exóticas aconteceu de forma a acompanhar a dinâmica deste sistema de espaços livres de acordo com os diferentes usos atribuídos à função da propriedade ao longo deste período. Os recintos urbanos estudados no condomínio horizontal residencial Torquato Castro apresentaram desempenhos distintos para os elementos climáticos temperatura do ar e umidade relativa do ar, em função da densidade construtiva, pavimentação e pela presença do patrimônio natural
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3637
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6648_1.pdf3.71 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.