Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3615
Título: Atividade cicatrizante e avaliação toxicológica préclínica do fitoterápico Sanativo®
Autor(es): Ribeiro de Lima, Cristiano
Palavras-chave: Sanativo®;Atividade cicatrizante;Toxicidade aguda e sub-crônica
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ribeiro de Lima, Cristiano; Gonçalves Wanderley, Almir. Atividade cicatrizante e avaliação toxicológica préclínica do fitoterápico Sanativo®. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: O Sanativo® (SAN) é um produto fitoterápico composto de uso tradicional na região Nordeste do Brasil. Este medicamento sob a forma de extrato fluido é indicado no tratamento de feridas, queimaduras, inflamações de garganta e de tecidos epiteliais lesionados. Sua fórmula é constituída por 20% de angico (Piptadenia colubrina, Benth), que possui ação hemostática e cicatrizante; 20% de aroeira (Schinus terebinthifolius, Raddi), usada em processos inflamatórios e infecções bacterianas; 1,7% de camapu (Physalis angulata, Linné), empregada por sua atividade balsâmica e analgésica e 1,7% de mandacaru (Cereus peruvianus, Miller), com o qual procura-se a assepsia das regiões afetadas. Tendo em vista a inexistência de trabalhos científicos que descrevam a eficácia e segurança de uso da utilização da associação destas espécies vegetais, o presente estudo teve como objetivo avaliar a atividade cicatrizante, bem como os possíveis efeitos tóxicos da administração oral aguda e sub-crônica do Sanativo® em ratos Wistar. Para isso, foram realizados testes de atividade cicatrizante, no modelo de ferida aberta em dorso de rato, utilizando o SAN a 4% sob a forma de spray. Avaliação da toxicidade aguda por via oral. Efeito da administração sub-crônica do SAN por via oral sobre os parâmetros hematológicos, bioquímicos e morfológicos nas doses de 0,067; 0,335 e 1,675g/kg por dia. Os resultados mostraram que o SAN produziu uma diminuição significativa no tempo requerido para a completa reepitelialização da área lesionada. Na administração oral de até 5,0g/kg o SAN não produziu morte nos animais. O tratamento por 30 dias consecutivos com SAN produziu uma redução no ganho de massa corporal dos animais, particularmente na dose de 1,675g/kg e sendo mais acentuada nos machos. Os perfis hematológico e bioquímico sofreram pequenas variações pontuais estatisticamente significativas, porém todas permanecendo dentro da faixa de referência para a espécie. Não foram verificadas alterações nas massas relativas e morfologia macroscópica externa dos órgãos analisados, com exceção de um aumento nas massas do estômago e ovário nas fêmeas tratadas com SAN 1,675g/kg. A análise histológica dos diferentes órgãos não revelou alterações. O conjunto dos resultados permitiu concluir que o Sanativo® possui significativa propriedade cicatrizante no modelo de ferida aberta e que o tratamento oral com o SAN produz baixa toxicidade em ratos Wistar
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3615
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6402_1.pdf783,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.