Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3535
Title: Um lugar judeu no Recife: a inluência de elementos culturais no processo de apropriação do espaço urbano do bairro da Boa Vista pela imigração judaica na primeira metade do século XX
Authors: LUDERMIR, Rosa Bernarda
Keywords: Cultura judaica;história do Recife;desenvolvimento urbano.
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Bernarda Ludermir, Rosa; de La Mora, Luis. Um lugar judeu no Recife: a inluência de elementos culturais no processo de apropriação do espaço urbano do bairro da Boa Vista pela imigração judaica na primeira metade do século XX. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: Como estabelecer uma relação entre elementos culturais, circunstâncias políticas e uso do espaço urbano? Como verificar a relação entre cultura, sociedade e comportamento? É possível ler, no tecido concreto da cidade, as marcas dos seus processos e agentes de produção? A confrontação de práticas cotidianas de diferentes grupos sociais evidencia a influência de elementos culturais na produção da metrópole. Na escolha do bairro da Boa Vista e no uso e ocupação dos espaços do Recife pela imigração judaica na primeira metade do século XX mapeados a partir de depoimentos dos imigrantes e seus descendentes de primeira e segunda geração a apropriação coletiva de diferentes espaços públicos parece responder às transformações políticas e sociais que caracterizaram o período de 25 anos que separa a eclosão das guerras mundiais I e II e, ao mesmo tempo, guardar características peculiares à cultura judaica. A princípio concentrados em torno de suas instituições culturais entre outras, idioma, religião e sentido de responsabilidade social os imigrantes iam modelando, no Recife, a cidade estrangeira. Reproduziam, aqui, relações urbanas e de vizinhança comuns nos seus locais de origem. Quando, socialmente inseridos, acompanharam a classe média na ocupação de outros bairros da cidade, o lugar a Boa Vista vira sujeito, protagonista da história, parte da experiência pessoal. Na diversidade, na convivência das diferenças, está a síntese da cidade. A presença judaica no Recife teve o espaço da Boa Vista, com seus atributos, sua história e sua materialidade, como substrato físico para que se desenvolvessem as relações entre duas sociedades recifense e imigrante. A sua ausência re-significa o lugar. Outros atores se apropriarão do espaço que ganhará novas marcas e contarão outras histórias. É a cidade que se reinventa. Da sobreposição dos tempos e agentes sociais, de diferentes memórias e significados, se fazem os lugares e as histórias essa, contada pelos imigrantes judeus
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3535
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5414_1.pdf7.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.