Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3529
Title: Anacardium occidentale: avaliação do efeito fotoprotetor e conservante em preparações cosméticas
Authors: César de Sousa, Bráulio
Keywords: Conservante em cosmético;Protetor de raios solares;Ácido anacárdico;Anacardium occidentale
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: César de Sousa, Bráulio; Pereira de Santana, Davi. Anacardium occidentale: avaliação do efeito fotoprotetor e conservante em preparações cosméticas. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: A exposição crônica da pele a radiação ultravioleta (UV) solar pode causar vários danos a pele dependendo da quantidade, forma da radiação UV e tipo de indivíduo exposto. Os danos incluem queimaduras solares, estresse oxidativo e fotoenvelhecimento. O fotoprotetor minimiza agressões cutâneas contribuindo, inclusive, para prevenir doenças graves como o câncer de pele. Sendo assim, é de grande importância para saúde pública. Fontes naturais de antioxidantes fornecem novas possibilidades para tratamento e prevenção de doenças provocadas pela radiação UV. A flora brasileira é rica em plantas medicinais, onde são amplamente encontrados antioxidantes. A atividade antioxidante dos ácidos anacárdicos, presentes no Anacardium occidentale, provém em grande parte da sua capacidade de inibir diversas enzimas oxidativas, dentre elas a xantina oxidase. Estas oxidases produzem radicais livres no corpo humano. No desenvolvimento de protetores solares, o formulador busca definir uma formulação que apresente o máximo de aproveitamento das matérias-primas, racionalizando o qualitativo e o quantitativo de cada item com o objetivo de obter um produto adequado dentro dos parâmetros de eficácia, inocuidade, relação custo/benefício e aceitação pelo consumidor. Portanto, através dos estudos realizados, comprova-se que o extrato de Anacardium occidentale pode potencializar a ação dos filtros UVB (290 a 320 nm), bem como reduzir eventuais contaminações microbianas presentes em preparações cosméticas, auxiliando na conservação das mesmas. Sendo portanto uma matéria prima de origem vegetal versátil para formuladores cosméticos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3529
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6188_1.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.