Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3475
Título: Tipologia da arquitetura residencial urbana em São Luís do Maranhão: um estudo de caso a partir da Teoria Muratoriana
Autor(es): Marcelo Do Espírito Santo, José
Palavras-chave: Teoria Muratoriana;São Luís;Arquitetura residencial;Tipologia
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Marcelo Do Espírito Santo, José; Rocha de Carvalho, Maurício. Tipologia da arquitetura residencial urbana em São Luís do Maranhão: um estudo de caso a partir da Teoria Muratoriana. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Análise da tipologia arquitetônica residencial urbana em São Luís do Maranhão baseada nos princípios metodológicos estabelecidos pela teoria do arquiteto italiano Saverio Muratori. A partir desta teoria, que estabelece uma metodologia de abordagem e compreensão do elemento arquitetônico baseada na história e na identificação das transformações ocorridas nos edifícios de forma sincrônica, ou seja, transformações ocorridas num mesmo período de tempo, e diacrônica, na qual transformações ocorridas em diferentes períodos de tempo, apresentam-se dados relativos à leitura tipológica e sua aplicação sobre o Centro Histórico de São Luís, em particular sobre a área de tombamento federal, incluída pela UNESCO na listagem do Patrimônio Mundial. As características tipológicas do acervo ludovicense, suas origens, formação e principais elementos de composição, foram estabelecidos a partir de informações e dados coletados através de visitas técnicas in loco e levantamentos físicos e fotográficos de exemplares do conjunto edificado, complementados por pesquisa bibliográfica referente à história e às características arquitetônicas do acervo edificado de valor patrimonial da cidade. Foram registradas as informações sobre a implantação da edificação no lote, tipologia e materiais da cobertura, gabaritos, usos, dimensões das testadas principais dos lotes e características estilísticas das fachadas em um conjunto que representa 6,45 % do acervo federal preservado, composto por um total de 978 imóveis. A análise do acervo selecionado indicou que o tipo-base da arquitetura residencial urbana de São Luís é de Porta-e-Janela, da qual resultaram de forma sincrônica as famílias tipológicas que localmente se convencionou chamar de Meia Morada, Meia Morada Expandida e Morada Inteira, alteradas por justaposição, acréscimo ou verticalização do tipo-base para mais treze tipologias que relacionam número de pavimentos e uso como desdobramento da Porta e Janela. A análise revelou também que as características estéticas das fachadas transformaram-se de forma diacrônica, mantendo as tipologias desenvolvidas a partir da Porta-e-Janela. A aplicação da metodologia Muratoriana revela, portanto, através do processo de análise tipológica, a identificação e a participação do tipo base Porta-e-Janela e suas variantes no conjunto de elementos que compõem a formação do acervo arquitetônico na composição dos valores que garantem a autenticidade do bem preservado. Tal fato indica a necessidade de aprofundamento do conhecimento desta tipologia básica, bem como a valorização de sua preservação, para manter estes valores de autenticidade nos exemplares de arquitetura residencial urbana, pois o critério de obra autêntica é um dos elementos conceituais de fundamento na classificação do conjunto estudado como Patrimônio Cultural da Humanidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3475
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5370_1.pdf9,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.