Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3391
Title: Estudo comparativo farmacognóstico e atividade biológica de Maytenus rigida Mart. E Maytenus ilicifolia Mart. ex. Reiss. (Celastraceae)
Authors: ROCHA, Cristiano Soares da
Keywords: Estudo Comparativo; Maytenus rigida Mart
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Soares da Rocha, Cristiano; Satiro Xavier, Haroudo. Estudo comparativo farmacognóstico e atividade biológica de Maytenus rigida Mart. E Maytenus ilicifolia Mart. ex. Reiss. (Celastraceae). 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: Este trabalho compreende o estudo farmacognóstico comparativo (padronização botânica, avaliação fitoquímica e avaliação da atividade biológica) entre as espécies Maytenus ilicifolia Mart. ex. Reiss. e M. rigida Mart. (Celastraceae), esta última bastante utilizada popularmente, em nosso estado, para o tratamento de distúrbios gástricos (gastrite e úlceras gástricas), indicações idênticas àquelas registradas através de vários estudos para M. ilicifolia. A padronização botânica é imprescindível ao controle de qualidade da matéria prima, já que há semelhança morfológica com outras espécies, todas com bordas foliares espinhosas, leva não raro a casos de utilização indevida, seja em processos fraudulentos ou acidentais. Na avaliação fitoquímica evidenciou-se a similaridade entre os extratos e frações das referidas espécies para os diversos grupos de metabólitos ensaiados, constatando-se grande semelhança quanto aos triterpenos e esteróides e, ainda, aos flavonóides presentes. Os ensaios biológicos foram divididos em duas partes: quanto à atividade antimicrobiana e quanto à atividade farmacológica antiulcerogênica. Na atividade antimicrobiana, os extratos brutos das duas espécies apresentaram-se ativos, destacando-se a eficácia demonstrada frente às várias cepas de Staphylococcus aureus. O teste da atividade antiulcerogênica revelou a proteção contra úlceras induzidas por etanol, como os os extratos e frações ensaiadas. Baseados nos resultados obtidos nos experimentos acima descritos, a M. rigida se qualifica como uma possível opção para a substituição da M. ilicifolia, visando emprego em paralelo ou substituindo a referida espécie, no todo ou em parte
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3391
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5760_1.pdf5.79 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.