Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3323
Title: A relação dos mercados públicos de São José e da Boa Vista com a Cidade do Recife entre 1820 e 1875
Authors: MELO, Maria Carneiro Lacerda de
Keywords: Mercado;Comércio;Abastecimento Alimentar;Mercado de São José;Mercado da Boa Vista;História das Cidades
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Carneiro Lacerda de Melo, Maria; Pitta Pontual, Virgínia. A relação dos mercados públicos de São José e da Boa Vista com a Cidade do Recife entre 1820 e 1875. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O mercado por ser o principal local de realização de troca de produtos encontrado em cidades desde a antiguidade e que permaneceu no tempo, vem sendo discussão corrente em trabalhos de pesquisadores e historiadores como Le Goff, Munford, Donatella Calabi, Guárdia i Óyon, Markus e Pintaudi que afirmam serem os mercados a força modeladora das cidades, sua essência. A partir dos ideais de modernidade surgidos na Europa durante o século XIX, que buscavam embelezamento, higiene, salubridade e principalmente um maior controle do Estado sobre a cidade, os mercados se tornaram equipamento urbanos, funcionando em grandes edifícios que passam a influenciar a formação de seu entorno e de seu bairro, estreitando a relação mercado X cidade. O Recife, que nasceu como local essencialmente comercial, uma vez que seu núcleo urbano formou-se em função do porto, passou por um grande crescimento populacional e consequentemente um desordenado crescimento urbano no início do século XIX de forma desorganizada e desestruturada. A cidade que era apreciada pela sua excelente condição natural passou então a ser considerado um local insalubre e infecto com o agravamento da sujeira e da falta de infra-estrutura de água, esgoto e transportes. A situação se agrava com o impacto de duas grandes epidemias, de febre amarela e do cólera, acontecimentos que deixaram marcas profundas na população. Neste momento o abastecimento alimentar recifense, não tinha uma ordenação formal acontecendo precariamente em feiras livres e mercados abertos que funcionavam sem ordem, higiene e regularidade. Até que os mesmo ideais modernos europeus invadem o Recife e a necessidade de melhoramentos urbanos passa a ser a principal pauta do governo provincial. Na busca de crescimento e desenvolvimento, na segunda metade do século XIX, regulamentou-se, padronizou-se e até mesmo concentrou-se o comércio de rua em locais que demonstrassem ordem, higiene e modernidade implantando na cidade os edifícios de mercados cobertos de São José e da Boa Vista, que passam a organizar e padronizar o comercio de gêneros de primeira necessidade. Desta forma o presente trabalho objetiva Identificar as características da relação do mercado com a cidade no Recife do século XIX com os edifícios do Mercado de São José e do Mercado da Boa Vista, estabelecendo os elementos em que tal relação se objetivou. A chegada dos mercados públicos no Recife foi um sintoma de transformação urbana em curso no século XIX, o exemplo de um ideal de organização e padronização de um comércio que anteriormente se encontrava pulverizado no comércio ambulante, representado pelas feiras, açougues, boceteiras e mascates. Representa a implantação de um projeto urbanístico de delimitação dos espaços de comércio, dependendo de sua natureza, para dentro ou para fora das linhas do entorno. A elaboração de leis e normas que passaram a reger os mercados e todo o comércio alimentar surge como uma forma de controle por parte do governo. O Mercado de São José e o Mercado da Boa Vista confirmaram ainda o status de uma cidade que crescia, possuindo edifícios que utilizava material e estilo arquitetônico francês, denotando a modernidade que se perseguia no Recife, fortalecendo a relação Mercado x Cidade que existia na cidade desde sua criação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3323
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3285_1.pdf6.5 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.