Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3322
Title: O cotidiano fabuloso : os temas recorrentes e o uso de arquétipos dos contos de fada nas telenovelas brasileiras
Authors: de Holanda Costa Calazans, Janaína
Keywords: Comunicação;Análise do discurso literário;Gêneros textuais;Estrutura narrativa;Televisão;Cultura popular;Telenovelas brasileiras;Contos de fada;História;Crítica e interpretação;Telenovela;Estrela - Guia;Laços de família
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Holanda Costa Calazans, Janaína; Teixeira Vieira de Melo, Cristina. O cotidiano fabuloso : os temas recorrentes e o uso de arquétipos dos contos de fada nas telenovelas brasileiras. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: Identificar os pontos de contato entre a telenovela e o conto de fada. Este é o principal objetivo desta dissertação. Para tanto, escolhemos como objeto de estudo duas telenovelas da Rede Globo de Televisão - Estrela-Guia (2000), exibida no horário das 18 horas, e Laços de Família (1999), veiculada no horário das 20 horas. A TV Globo foi escolhida por ser a emissora que mais produz telenovelas. A qualidade conseguida ao longo dos anos faz da Rede Globo, hoje, uma das maiores exportadoras de telenovelas do mundo, vendendo seus produtos para cerca de 100 países. A hipótese central defendida neste trabalho é a de que as telenovelas incorporam temas e personagens característicos dos contos de fada, especialmente no que diz respeito aos arquétipos e a determinados topoi discursivos, como por exemplo, a vingança, a inveja, a busca pelo homem ideal entre outros. O que nos propomos nesse trabalho é demonstrar tais hipóteses através de um estudo das relações interdiscursivas entre as narrativas dos contos de fadas e as das telenovelas brasileiras. Pretendemos encontrar os pontos de contato entre estes dois gêneros, através do estudo das especificidades de cada um. A partir daí, aprofundaremos a questão dos tópicos discursivos e dos arquétipos identificados em ambos os casos. Essa relação que estabeleceremos entre os dois gêneros, em paralelo, comprovará a presença do interdiscurso, do "já dito", em um novo espaço discursivo, isto é, a transformação de um discurso velho em um discurso novo. Comprovaremos o que já afirmaram Maingueneau (1989) e Foucault (1970) ao dizerem que um discurso, nunca é autônomo, já que sempre remete a outros discursos, concretizando-se num espaço de trocas. Por outro lado, vamos mostrar como, apesar da repetição dos discursos, a narrativa telenovelística consegue construir novos sentidos a partir de um discurso já existente.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3322
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Comunicação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4573_1.pdf460.01 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.