Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3306
Title: Esquemas gráficos para informar: um estudo sobre a Linguagem Gráfica Esquemática na produção e utilização de livros didáticos infantis na cidade do Recife
Authors: SILVA, José Fabio Luna da
Keywords: Aprendizagem;Esquemas gráficos;Livro didático;Design;Linguagem gráfica
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Fabio Luna da Silva, José; Galvão Coutinho, Solange. Esquemas gráficos para informar: um estudo sobre a Linguagem Gráfica Esquemática na produção e utilização de livros didáticos infantis na cidade do Recife. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Design, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: A linguagem gráfica presente nos livros didáticos infantis representa uma parcela significativa do repertório visual da criança durante os primeiros anos de aprendizagem, demandando assim, muita atenção no que diz respeito à organização espacial da informação. As experiências visuais vivenciadas fora do âmbito educacional, através dos jogos, cartazes, cinema, revistas, jornais, internet, pintura, grafitagem, design, entre outras manifestações artístico-comunicacionais, podem ser incorporadas à cultura visual da escola por meio da aplicação de novas formas de configuração gráfica da informação nos artefatos educacionais. Do mesmo modo, esquemas gráficos que são percebidos no cotidiano, como mapas, diagramas e infográficos, transformam-se numa poderosa ferramenta na transmissão do conteúdo formativo das ciências do Ensino Fundamental. Nessa perspectiva, esta dissertação apresenta um estudo sobre o uso da Linguagem Gráfica Esquemática (LGE) nos livros didáticos do referido grau de ensino, especificamente a eficácia dos infográficos como agentes mediadores da compreensão e aquisição da informação visual presente no texto educacional. Para isso, foram revisados estudos da literatura que envolvem: design e educação; comunicação e linguagem; design da informação; linguagem gráfica e seus recursos esquemáticos mais utilizados em livros didáticos. Também foram feitas três pesquisas subseqüente com os seguintes objetivos: 1) Exploratória: identificar os recursos esquemáticos mais utilizados, as disciplinas mais envolvidas e os anos de escolaridade onde esses recursos são mais representativos; 2) Analítica: apontar, por meio de análise comparativa, os esquemas mais e menos eficazes da amostra, considerado o público-alvo; e 3) Experimental: observar o grau de familiaridade dos profissionais envolvidos com a produção e utilização desses artefatos, na cidade do Recife, em relação à Linguagem Gráfica Esquemática. Os resultados demonstram que a incidência da LGE em livros didáticos ainda é tímida, se comparada com a Linguagem Gráfica Verbal e a Linguagem Gráfica Pictórica, e que os profissionais envolvidos na produção estão mais próximos das terminologias das esquematizações do que os professores que utilizam esses artefatos em sala de aula. Admitindo que estes participantes reconhecem as necessidades locais dos estudantes, estando bem próximos à sua realidade, identificamos a necessidade de integração entre professor, autor e designer à produção dos livros, bem como maior uso de esquemas gráficos como ferramenta de aprendizagem nestes artefatos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3306
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Design

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo26_1.pdf8.23 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.