Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3251
Title: Influência dos parâmetros biométricos sobre o teor de taninos em Myracrodruon urundeuva (Engl.) Fr. All. e Sideroxylon obtusifolium (Humb. ex Roem. & Schult.) T.D. Penn
Authors: Lyra de Vasconcelos Cabral, Daniela
Keywords: Plantas medicinais;Caatinga;DAP;Altura;Espessura da casca
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lyra de Vasconcelos Cabral, Daniela; Lúcia Cavalcanti de Amorim, Elba. Influência dos parâmetros biométricos sobre o teor de taninos em Myracrodruon urundeuva (Engl.) Fr. All. e Sideroxylon obtusifolium (Humb. ex Roem. & Schult.) T.D. Penn. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: A região Nordeste do Brasil foi durante muito tempo esquecida por apresentar grande parte de sua extensão formada por vegetação tipicamente seca. Atualmente esta idéia vem sendo posta de lado, pois este bioma tem revelado uma imensa diversidade com várias plantas usadas com finalidade medicinal. Duas espécies amplamente utilizadas por populações locais são Myracrodruon urundeuva (Engl.) Fr. All. conhecida popularmente como Aroeira do Sertão e Sideroxylon obtusifolium (Humb. ex Roem. & Schult.) T.D. Penn. de nome vulgar Quixabeira ou Rompe Gibão. A população usa as cascas dos caules desses vegetais para preparar extratos utilizados principalmente para o tratamento de inflamações do trato genital feminino e também como cicatrizante. Este trabalho teve o objetivo de verificar se os parâmetros biométricos (diâmetro à altura do peito (DAP), espessura da casca e altura) influenciam a produção de taninos nestas duas espécies, o que pode contribuir na identificação de indicadores que direcionem a indústria farmacêutica a coletar amostras com alto rendimento de taninos, bem como subsidiar estratégias de coleta sustentável. O método de difusão radial foi utilizado para obtenção dos teores de taninos, pois é ideal quando se utiliza um grande número de amostras. O método de Folin-Ciocalteu foi utilizado com algumas amostras representativas das classes diamétricas de cada espécie com a finalidade de comparar os resultados com os obtidos por difusão radial. Os parâmetros biométricos altura, diâmetro à altura do peito e espessura da casca do caule não influenciaram a produção de taninos nas espécies estudadas. Foi observado em M. urundeuva teor médio de 7,88 ± 1,71, já para S. obtusifolium a média dos teores foi de 2,32 ± 0,83. O diâmetro à altura do peito e a espessura da casca se relacionaram positivamente de maneira linear, sendo esta relação maior para a espécie Sideroxylon obtusifolium. O método de difusão radial pode ser utilizado com segurança já que este se apresentou eficaz, não necessita de equipamentos sofisticados, é de fácil execução e possui baixo custo. A partir do exposto, propõe-se que a coleta de cascas do caule seja realizada em indivíduos de maior porte, ou seja, maior diâmetro à altura do peito, já que estes podem suportar melhor a pressão extrativista. Além disso, como a espessura das cascas não explica maiores teores de taninos e plantas com maior diâmetro tendem a apresentar cascas mais espessas, estas podem oferecer maior quantidade de biomassa podendo reduzir a extensão do dano extrativista
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3251
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2147_1.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.