Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3250
Title: Cinema experimental brasileiro: poesia, ousadiae desconstrução em Limite, O bandido da luz vermelha e Cosmococas
Authors: Rocha de Araújo Silva, Iomana
Keywords: Cinema brasileiro;Experimentalismo;Inovação estética
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rocha de Araújo Silva, Iomana; do Carmo de Siqueira Nino, Maria. Cinema experimental brasileiro: poesia, ousadiae desconstrução em Limite, O bandido da luz vermelha e Cosmococas. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Estudo sobre o cinema experimental brasileiro, a partir da análise de três casos específicos: Limite (1930) de Mário Peixoto, no qual se aponta o pioneirismo e ousadia; O bandido da luz vermelha (1969), de Rogério Sganzerla, em que se destaca o escracho e transgressão frente ao contexto cultural da época; e as Cosmococas (1973), de Hélio Oiticica e Neville D Almeida, nas quais se enfatiza a desconstrução e o caráter, radical e inventivo, bem como o fato desta ser uma obra precursora de questões atuais relacionadas ao cinema e sua possível crise. O trabalho analisa as características experimentais, bem como as principais influências estéticas e ideológicas presentes nestas obras, enfatizando o caráter antropofágico do experimental brasileiro e a forma como estas obras representam seu contexto artístico e sociocultural em cada período histórico. Além disso, observam-se as inovações artísticas implementadas por cada obra, apontando a importância da experimentação para o desenvolvimento artístico e ideológico do cinema nacional
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3250
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Comunicação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo41_1.pdf6.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.