Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3189
Title: Análise de riscos potenciais de degradação ambiental em bacias hidrográficas urbanas com apoio de tecnologias de Geoinformação de baixo custo
Authors: da Nóbrega Borges, Utaiguara
Keywords: Sensoriamento Remoto; SIG; Bacias Hidrográficas
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: da Nóbrega Borges, Utaiguara; da Penha Pachêco, Admilson. Análise de riscos potenciais de degradação ambiental em bacias hidrográficas urbanas com apoio de tecnologias de Geoinformação de baixo custo. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologia da Geoinformação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Este trabalho propõe avaliar os riscos potenciais de degradação ambiental da bacia hidrográfica do Rio Jaguaribe, considerando os aspectos físicos, o uso do solo, o desenvolvimento humano e os problemas sanitários. A Bacia está localizada no litoral sul do Estado da Paraíba, no município de João Pessoa, entre as coordenadas (UTM) 9216000mN/299000E e 9206000mN/287000E. Limitando-se a leste com o Oceano Atlântico, a oeste com a Bacia do Rio Marés, ao norte com a Bacia do Rio Mandacaru e Bacia do Rio Sanhauá e ao sul com as Bacias dos Rios Cuiá, Gramame e Cabelo . Os materiais utilizados foram mapas na escala 1:25.000, uma imagem do satélite CBERS, sensor CCD, e dados do censo demográfico 2000 (IBGE). Os aspectos físicos e o uso do solo foram avaliados em toda a área da bacia tomando por base o cenário geotécnico, e a classificação da imagem. As condições de desenvolvimento humano e os problemas sanitários foram avaliados em todos os setores censitários da área, através dos índices IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e ISA (Índice de Saneamento Ambiental), respectivamente. A aplicação do índice IDH apresentou resultados coerentes com o IDH-M para todos os setores. O índice ISA apresentou resultados relativamente homogêneos nas áreas centrais da bacia com valores mais elevados, enquanto tornou evidentes os problemas sanitários em áreas periféricas como na região marginal da bacia. Constatou-se também a predominância das áreas de ocupação irregular na região urbanizada da bacia e a influência dos fatores sócio-econômicos na ocupação destas áreas através dos índices IDH e ISA. Com relação às áreas de fragilidade geotécnica, a área de estudo apresenta uma instabilidade bastante acentuada no que diz respeito ao processo de uso e ocupação do solo. Esse método mostrou-se adequado para aplicação em bacias hidrográficas situadas em áreas urbanas, sem monitoramento contínuo e com carência de dados, demostrando o potencial do uso integrado dos sistemas de informações geográficas e do sensoriamento remoto em avaliações de resposta rápida e de baixo custo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3189
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2115_1.pdf8.3 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.