Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3153
Título: Expressão da CD44 em células brancas do sangue total de neonatos e lactentes submetidos à cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea
Autor(es): Maria Vieira Hazin, Sheila
Palavras-chave: Síndrome do Vazamento Capilar;Circulação Extracorpórea;Interleucina-2;CD44;Hialuronan
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Vieira Hazin, Sheila; Ribeiro Moraes Neto, Fernando. Expressão da CD44 em células brancas do sangue total de neonatos e lactentes submetidos à cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea. 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Cirurgia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: A Circulação Extracorpórea (CEC) induz uma reação sistêmica inflamatória, que aumenta a morbimortalidade nas cirurgias cardíacas. Os neonatos e lactentes são especialmente suscetíveis a essa reação e ao desenvolvimento da Síndrome do Vazamento Capilar pós-operatória (SVC). A SVC resulta na perda da integridade endotelial, com extravasamento de grandes volumes de plasma e seus constituintes no espaço extracelular. Uma síndrome similar à SVC é desencadeada pela Interleucina-2, através de um possível mecanismo de apoptose, mediado pela molécula de adesão CD44. A ativação da CD44, em leucócitos na CEC, pode mediar a SVC em crianças de baixo peso. Na presente investigação, foi avaliada a expressão da CD44 em linfócitos T, células NK e demais leucócitos do sangue total, de um grupo consecutivo de 17 crianças submetidas à cirurgia cardíaca com CEC, nos dez primeiros meses de vida. Foi, também, avaliado o comportamento de células TCD4+ e TCD8+, no que se refere a freqüência de células no pós-operatório imediato. Duas crianças evoluíram para óbito precoce e foram excluídas do estudo. A pesquisa foi realizada em amostras de sangue arterial coletadas no início e no fim da cirurgia e, no pós-operatório, de quatro em quatro horas, em cerca de dez amostras por paciente. Os leucócitos isolados foram marcados com anticorpos monoclonais (antiCD44, antiCD3, antiCD56 e antiCD8) e as células separadas por citometria de fluxo. Foi observado aumento significante na freqüência de células CD44+ e CD3- até oito horas do final da cirurgia, e depleção significante de linfócitos T (CD3+ e CD44+) e células NK (CD56+ e CD44+), com pico na quarta hora, pósoperatória . Os resultados mostram também diminuição de linfócitos TCD4+ duas vezes maior do que de TCD8+. Pode-se concluir que existe um estado de imunossupressão com pico na quarta hora de pós-operatório, que envolve as células T e NK, ambas CD44+; enquanto as demais células brancas (CD44+ e CD3-) apresentam aumento na freqüência nas primeiras oito horas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3153
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Cirurgia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5637_1.pdf2,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.