Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3110
Title: Alterações ortopédicas na seqüência de Möbius
Authors: ALMEIDA, Múcio Brandão Vaz de
Keywords: Seqüência de Möbius;Anomalias ortopédicas;Misoprostol
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Brandão Vaz de Almeida, Múcio; Teixeira Brandt, Carlos. Alterações ortopédicas na seqüência de Möbius. 2006. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Cirurgia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Introdução: A Seqüência de Möbius (SM) consiste de paralisia congênita do VI e VII nervos cranianos, podendo apresentar em sua etiologia associação com o uso do misoprostol como abortivo. O objetivo deste estudo foi descrever as anomalias ortopédicas em portadores dessa seqüência, além de investigar possível associação de tais alterações entre os casos esporádicos e aqueles cujas mães usaram misoprostol durante o primeiro trimestre da gravidez. Métodos: Foram analisados 42 portadores da SM, atendidos na Associação de Assistência à Criança Deficiente Pernambuco, no período de 1999 a 2005. Vinte e cinco eram do gênero feminino e 17 do masculino. A idade no momento da pesquisa variou de 8 meses a 15 anos e 11 meses; média de 6 anos e 1 mês de idade. O diagnóstico da doença foi estabelecido por equipe multidisciplinar, incluindo neuropediatra, oftalmologista, ortopedista e psicólogo. As mães dos investigados foram interrogadas quanto ao uso do misoprostol durante a gravidez. O estudo foi do tipo observacional, sendo descrito os achados ortopédicos de uma série de casos. Foi introduzido componente analítico para investigar se a freqüência de anomalias do aparelho locomotor estava ou não associada ao uso de misoprostol. Resultados: Das 42 mães destes pacientes, 25 (59,5%) utilizaram o misoprostol como abortivo durante o primeiro trimestre de gestação. Dezessete (40,5%) mães negaram ter usado abortivos durante a gestação. Houve acometimento do VI e VII nervos cranianos em todos os pacientes. O IX e o X nervos cranianos estiveram acometidos em 17 (40,5%) pacientes. A associação com Síndrome de Poland foi vista em um paciente, e com paralisia cerebral em quatro. Trinta e quatro (80,9%) pacientes apresentaram alguma deformidade ortopédica, sendo o pé torto a mais comum. Conclusão: Anomalias ortopédicas foram observadas na grande maioria dos pacientes incluídos no estudo, sendo o pé torto congênito a mais encontrada. Não houve diferença estatisticamente significante entre a freqüência de anomalias ortopédicas em portadores da Seqüência de Möbius filhos de mães que usaram misoprostol, quando comparadas com os casos esporádicos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3110
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5581_1.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.