Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3040
Título: Bioconjugados de nanopartículas semicondutoras fluorescentes de CdTe/CdS com albumina sérica bovina: síntese e caracterização
Autor(es): Higia Gomes Carvalho, Kilmara
Palavras-chave: Pontos quânticos; Telureto de Cádmio; Bioconjugação; Carbodiimidas; Albumina sérica bovina; Ensaio de fluorescência
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Higia Gomes Carvalho, Kilmara; Saegesser Santos, Beate. Bioconjugados de nanopartículas semicondutoras fluorescentes de CdTe/CdS com albumina sérica bovina: síntese e caracterização. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Nanopartículas fluorescentes de materiais semicondutores, também conhecidas como pontos quânticos (PQs), apresentam-se como uma alternativa promissora em biomarcação frente aos fluoróforos convencionais. Contudo, para tal, faz-se necessário que pesquisas sejam direcionadas para suprir os problemas relacionados à bioconjugação, tais como: (1) obtenção de PQs funcionalizados robustos e reprodutíveis, (2) desenvolvimento de técnicas de conjugação flexíveis e, (3) aplicação de novos métodos para a caracterização do bioconjugado. Nesse sentido, a albumina sérica bovina (ASB), uma proteína plasmática, foi escolhida como sistema modelo para o desenvolvimento de um protocolo de bioconjugação, visando a preparação de imunocomplexos baseados em ligantes bioespecíficos, a serem empregados em fluoroimunoensaios heterogêneos (FIH) para o diagnóstico de doenças através de testes sorológicos. No presente trabalho foram sintetizadas dispersões coloidais core-shell (núcleo-casca) do tipo II-VI de Telureto de Cádmio/Sulfeto de Cádmio (CdTe/CdS) em meio aquoso com as quais realizou-se o processo de conjugação com ASB via agentes de comprimento zero. No estudo do CdTe/CdS, as propriedades estruturais foram estimadas utilizando-se microscopia eletrônica de transmissão convencional e de alta resolução e difração de Raios-X (dmédio = 3 nm, estrutura cúbica tipo blenda de Zinco). As propriedades ópticas (absorção, emissão e excitação) evidenciaram intensidade de emissão máxima na região entre 520 a 550 nm. Os PQs de CdTe/CdS foram empregados em marcações de formas promastigotas de Leishmania chagasi e linfócitos para investigar sua viabilidade, e analisados por microscopia confocal e citometria de fluxo, respectivamente. A obtenção do conjugado CdTe/CdS-ASB foi evidenciada por detecção quantitativa de fluorescência em placas de poliestireno como substrato, comumente usadas em FIH. Estes bioconjugados foram caracterizados por dicroismo circular e técnicas espectroscópicas. Os resultados revelaram um protocolo de bioconjugação eficiente para o CdTe/CdS-ASB e sua confirmação por uma análise rápida, simples e de baixo custo, bem como êxito no emprego de PQs de CdTe/CdS como biomarcador
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3040
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1157_1.pdf2,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.