Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2956
Title: Avaliação da resposta inflamatória da bula timpânica do biopolímero da cana-de-açúcar
Authors: Lopes Bunzen Mayer, Débora
Keywords: Biopolímero; Timpanoplastia; Materiais biocompatíveis; Orelha média; Fáscia
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lopes Bunzen Mayer, Débora; da Silva Caldas Neto, Silvio. Avaliação da resposta inflamatória da bula timpânica do biopolímero da cana-de-açúcar. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Cirurgia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Introdução: A membrana de biopolímero da cana-de-açúcar tem sido utilizada experimentalmente em diversas áreas. Na Otologia existe a possibilidade da mesma ser utilizada como enxerto, na substituição da fáscia do músculo temporal. Objetivos: Analisar os resultados da interação da membrana de biopolímero da cana-de-açúcar com a bula timpânica do rato, comparada com a fáscia autóloga. Materiais e Métodos: Foi realizado estudo experimental, prospectivo, pareado com 24 ratos Wistar. Na orelha direita foi inoculada a membrana do biopolímero da cana-de-açúcar, e na orelha esquerda, a fáscia autóloga. Os ratos foram sacrificados com 4, 8 e 12 semanas após a cirurgia. As bulas timpânicas foram submetidas à análise histológica descritiva e histomorfométrica. O índice de absorção dos materiais foi analisado. Resultados: A análise histomorfométrica obtida através das médias das mensurações da membrana timpânica e da espessura da mucosa foi semelhante em ambas as orelhas. A análise descritiva evidenciou que o biopolímero causou mais exsudato que a fáscia precocemente, porém após 12 semanas, não havia mais reação inflamatória. Houve absorção total do biopolímero em três casos ao final do experimento. Conclusão: O biopolímero tem a capacidade de produzir exsudato precocemente, comparado com a fáscia, mas isso não influenciou o resultado final. O biopolímero é biocompatível, sendo absorvido completamente na bula timpânica. A membrana do bipolímero da cana-de-açúcar apresentou características que a capacitam como enxerto futuro na cirurgia otológica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2956
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3126_1.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.