Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2919
Title: Validação de um escore preditivo de morbimortalidade cirúrgica em pacientes superobesos submetidos à operação de Fobi-Capella convencional
Authors: MARTINS FILHO, Euclides Dias
Keywords: Obesidade mórbida; Superobeso; Fatores de risco; Complicações pós-operatórias; Escore do Recife
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Dias Martins Filho, Euclides; Machado Ferraz, Edmundo. Validação de um escore preditivo de morbimortalidade cirúrgica em pacientes superobesos submetidos à operação de Fobi-Capella convencional. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Cirurgia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Introdução: Pacientes superobesos submetidos à gastroplastia apresentam maior incidência de complicações. Um alto risco cirúrgico decorre da maior incidência de co-morbidades nesse grupo, levando à necessidade de cuidados especiais. Analisando os fatores de risco identificados no pré-operatório, pontuando-os, construindo um escore e avaliando a ocorrência de complicações graves e óbito, teremos elementos para identificar quais os pacientes de maior risco. Objetivo: Determinar a acurácia do escore de Recife para predição de complicações pós-operatórias graves e óbito em pacientes superobesos submetidos à cirurgia de derivação gástrica em Y de Roux por via convencional. Casuística e Métodos: Um estudo ambidirecional foi realizado para validação de teste diagnóstico em 203 pacientes superobesos submetidos à derivação gástrica em Y de Roux no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de Setembro de 1997 a Maio de 2007. As variáveis dependentes foram as complicações pós-operatórias graves e o óbito. A variável independente foi o Escore de Recife. A análise dos dados foi realizada utilizando-se o programa Epi-Info 3.3. A análise de acurácia do escore de Recife contemplou os seguintes parâmetros: sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, razão de verossimilhança positiva e razão de verossimilhança negativa. Resultados: A acurácia do escore de Recife com pontos de corte maior que três e maior que cinco para predição de complicações pós-operatórias graves foi respectivamente, uma freqüência de complicações de 12,3%, com uma razão de risco de 2,83 (IC 95%= 1,02 7,82), sensibilidade de 57,1% e especificidade de 69,8%, e de 12,5%, com uma razão de risco de 1,88 (IC 95% = 0,28 12,62), sensibilidade de 7,1% e especificidade de 96,3%. A acurácia do escore de Recife com ponto de corte maior que três e maior que cinco para predição de óbito foi, respectivamente, freqüência de óbito de 7,7%, com razão de risco de 10,62 (IC 95%= 1,27 88,04), sensibilidade de 83,3% e especificidade de 69,5%, e de 12,5%, com razão de risco de 4,88 (IC 95%= 0,64 37,02), sensibilidade de 16,7% e especificidade de 96,5%. Conclusão: Pacientes superobesos que apresentam pontuação > 3 no escore do Recife no pré-operatório de gastroplastia por via convencional apresentam elevada acurácia para predição de complicação pós-operatória grave e óbito
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2919
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2065_1.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.