Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2912
Title: Avaliação da atividade antimicrobiana e toxicidade aguda do extrato bruto das raízes de Euclea natalensis A.DC (mulala)
Authors: de Souza Neves, Carla
Keywords: Euclea natalensis A.DC; Toxicidade; Antimicrobiana
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Souza Neves, Carla; Muniz de Albuquerque, Miracy. Avaliação da atividade antimicrobiana e toxicidade aguda do extrato bruto das raízes de Euclea natalensis A.DC (mulala). 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Euclea natalensis A. DC. pertence a família Ebenaceae e é encontrada na África Austral desde o Quênia e República Democrática do Congo até a África do Sul. Esta planta destaca-se popularmente pela pronunciada ação antibacteriana ao impedir a formação da placa bacteriana e antiinflamatória de seus metabólitos secundários, principalmente as naftoquinonas. Em revisão de literatura, constatou-se a carência de informações detalhadas para a área odontológica. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana frente a microrganismos patogênicos para a cavidade oral e determinar a toxicidade aguda do extrato bruto etanólico da raiz de Euclea natalensis. Diante deste relato foi utilizado método de microdiluição em caldo Mueller Hinton para a determinação da concentração inibitória mínima (CIM) frente aos seguintes microrganismos Streptococcus agalactiae, Streptococcus mutans, Streptococcus pyogenes, Staphylococcus aureus, Porphyromonas gingivalis e algumas cepas de Candida albicans obtidas do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e Depto. de Antibióticos da UFPE e teste de toxicidade aguda. Na análise microbiológica, os resultados foram satisfatórios comparando com a clorexidina frente aos microrganismos ensaiados. Desta forma, foi observado que o extrato bruto das raízes de Euclea natalensis A.DC. possui atividade antimicrobiana possivelmente correlacionada a presença de naftoquinonas. Para o ensaio de toxicidade aguda por via oral em Ratos Wistar, realizado pelo método de Trevan (1927), foi administrada uma dose de 4mL de 6/6 horas, numa concentração de 5g/Kg, aos animais durante 24 horas e posteriormente foram observados em relação ao comportamento, consumo de água e alimento. Foi observado que os animais não apresentaram sinais clínicos de toxicidade, nem alteração no consumo de água e ração. Dessa forma conclui-se que o extrato bruto de Euclea natalensis A.DC. apresentou atividade antimicrobiana frente aos microorganismos testados e não possui toxicidade aguda
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2912
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1084_1.pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.