Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/29055
Title: Avaliação da capacidade funcional de pacientes oncológicos atendidos ambulatorialmente em um hospital público na Cidade do Recife
Authors: SILVA, José Hélio Luna da
Keywords: Desnutrição - Idoso; Sarcopenia; Câncer
Issue Date: 19-Dec-2019
Citation: SILVA, J. H. L.
Abstract: O câncer é considerado uma Doença Crônica Não Transmissível (DCNT), caracterizado por um conjunto de células que crescem e se dividem de forma descontrolada. Enquanto, a capacidade funcional, envolve a habilidade que o indivíduo apresenta de conduzir sua vida ou de si mesmo, sendo esta influenciada pelo grau de independência e autonomia da pessoa. A escala de desempenho Eastern Cooperative Oncologic Group (ECOG) é um instrumento capaz de avaliar como a doença afeta a capacidade funcional dos enfermos. Sendo assim, o objetivo do estudo foi avaliar a capacidade funcional de pacientes oncológicos atendidos ambulatorialmente. O presente trabalho trata-se de um estudo seccional, realizado no Hospital Público Barão de Lucena (HBL), localizado no município do Recife- Pe. Participaram do estudo os indivíduos com diagnóstico de câncer de ambos os sexos, com idade superior a 18 (dezoito) anos. Os dados coletados foram referentes a variáveis sociodemográficas, avaliação clínica, antropometria e avaliação da capacidade funcional. Os dados foram apresentados em forma de frequências, acompanhadas de seus respectivos intervalos de confiança a 95% (IC95%), sendo adotado como significância estatística o valor de p < 0,05. O estudo foi realizado com 65 indivíduos com média de idade de 58,53±12,66 anos. Dos indivíduos estudados (53,8%) eram adultos. O tipo de câncer de maior predominância foi o de mama (52,3%), e o tratamento neoplásico mais empregado foi a quimioterapia (84,6%). No que diz respeito ao estado nutricional, houve uma maior relevância de indivíduos com excesso de peso (55,4%), levando em consideração o parâmetro IMC. Em contrapartida, houve um maior predomínio de pacientes com desnutrição utilizando o critério da CMB (83,1%). Com relação a capacidade funcional dos indivíduos estudados, utilizando o parâmetro ECOG, (61,5%) não apresentaram alteração. No estudo, não foram encontradas associações entre ECOG, parâmetros antropométricos e estilo de vida. Em síntese, a maioria dos avaliados não apresentou alteração da capacidade funcional, provavelmente devido ao tipo de câncer mais prevalente no estudo, o câncer de mama, que não se caracteriza geralmente por redução de indicadores de obesidade geral. Entretanto, ao se avaliar indicadores de massa muscular, observa-se uma redução, o que pode inferir o surgimento de possível obesidade sarcopênica nesses pacientes.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/29055
Appears in Collections:TCC - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silva, José Hélio Luna da.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons