Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2864
Title: Vida e morte de centralidades: impactos no uso, ocupação do solo e fluxos intraurbanos no centro tradicional decorrentes da implantação do Moda Center Santa Cruz na periferia da cidade de Santa Cruz do Capibaribe - PE
Authors: Luize Sarabia, Mônica
Keywords: Uso do solo;Impactos;Estrutura urbana;Centralidade;Centro urbano
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Luize Sarabia, Mônica; de La Mora, Luis. Vida e morte de centralidades: impactos no uso, ocupação do solo e fluxos intraurbanos no centro tradicional decorrentes da implantação do Moda Center Santa Cruz na periferia da cidade de Santa Cruz do Capibaribe - PE. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A pesquisa objetiva identificar e avaliar os impactos urbanísticos no uso, ocupação do solo, e fluxos intraurbanos provocados pela transferência de atividades básicas de comércio e de serviços do centro tradicional de Santa Cruz do Capibaribe - PE para um equipamento com características de uma nova centralidade localizado na periferia, o Moda Center Santa Cruz. Parte-se do pressuposto de que processos de mudanças ligados às atividades econômicas básicas tidas como o motor da economia de uma cidade provocam impactos na sua dinâmica intraurbana, principalmente quando, como consequência, podem dar origem a uma nova centralidade em processo semanal de vida e morte . O objeto de estudo empírico é o espaço central da cidade de Santa Cruz do Capibaribe PE, cidade especializada na produção e comercialização de confecções. O esvaziamento das ruas e a mudança para o novo espaço na periferia da cidade provocaram transformações econômicas, sociais e funcionais no centro tradicional. O que se observa é um novo padrão de uso do solo urbano no centro e uma tendência à subutilização de estruturas, mas, também, uma importante busca de adequação á nova realidade que emana da própria população da cidade, o que reforça ainda mais sua característica empreendedora. Assim, para verificar os impactos urbanísticos faz-se necessário comparar as funções e as estruturas antigas com as atuais, para que se possa estabelecer o que mudou na dinâmica do seu espaço intraurbano. Importante salientar, para a compreensão deste estudo, que a ocorrência de deslocamento de atividades econômicas para outros espaços na cidade, geram efeitos negativos para a estrutura urbana pela decadência e subutilização do centro tradicional a partir da configuração de nova centralidade no espaço intraurbano da cidade, e isso constitui um problema comum decorrente do crescimento econômico de diversas cidades no mundo. O emprego do método dialético deu-se pelo fato de a análise ocorrer em tempos históricos de forma diacrônica e sincrônica, relacionada à evolução urbana no decorrer dos tempos. A abordagem da pesquisa é quantitativa e qualitativa e utilizou técnica de análise interpretativa de imagens fotográficas, relatos orais, além de um conjunto de outras técnicas para análise de uso e ocupação do solo urbano, que privilegiou dois tempos distintos: 2006, quando a feira ainda era nas ruas, e a realidade de 2010 com a metamorfose e a subutilização. A importância deste estudo está na consciência de que, para orientar políticas de revitalização de centros abandonados e degradados, necessário se faz o entendimento do processo gerador do fenômeno, ressaltando a peculiaridade do objeto em Santa Cruz do Capibaribe ser uma cidade considerada média localizada no interior do Estado de Pernambuco, e que normalmente em cidades deste porte não são comuns problemas de saturação de espaços e de inserção de nova centralidade no espaço intraurbano
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2864
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1356_1.pdf9.45 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.