Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28468
Title: Estudo metodológico de avaliação do patrimônio geomorfológico: aplicação no litoral do estado do Piauí
Authors: LOPES, Laryssa Sheydder de Oliveira
Keywords: Geografia; Geomorfologia; Mapeamento geomorfológico; Costa; Geomorfossítio; Litoral
Issue Date: 9-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Patrimônio geomorfológico é o conjunto de elementos, constituído pelas formas de relevo e processos de gênese e evolução da paisagem geomorfológica, aos quais são atribuídos valores (científico, turístico, estético, didático, dentre outros), e que, quando apresentam características excepcionais devem ser alvo de estratégias de geoconservação. O objetivo geral desta pesquisa foi realizar um estudo de metodologias de avaliação do patrimônio geomorfológico para o desenvolvimento de uma nova proposta com aplicação em área costeira. Os objetivos específicos foram: i) analisar os métodos já existentes de avaliação do patrimônio geomorfológico; ii) elaborar um método de avaliação do patrimônio geomorfológico; iii) aplicar a metodologia desenvolvida no litoral do estado do Piauí; iv) propor medidas de valorização e divulgação dos geomorfossítios identificados no litoral piauiense. A área de estudo escolhida para esta pesquisa foi o litoral do estado do Piauí, que, apesar da pouca extensão de sua linha de costa, apenas 66km, é marcado por uma variedade de feições geomorfológicas, como: faixa praial; campos de dunas; planícies fluviais; planícies flúvio-marinhas; planícies flúvio-lacustres; tabuleiro costeiro; dentre outras categorias. A construção da proposta metodológica ocorreu a partir da análise de métodos consolidados na literatura internacional, em que se buscou utilizar os critérios em comum e incluir como critério científico a importância ecológica e paleogeográfica à análise. A metodologia utilizada foi a pesquisa de gabinete, pesquisa de campo e mapeamento dos sítios geomorfológicos selecionados. Durante a pesquisa de campo, inicialmente foram indicados quinze sítios potenciais, sendo posteriormente selecionados onze, que foram avaliados qualitativamente de acordo com a Ficha de Caracterização do método proposto. A quantificação voltou-se para a avaliação dos critérios científicos e de uso para o geoturismo e para fins educativos. Dentre os geomorfossítios que mais se destacaram na valoração científica foram o Delta do Parnaíba, os Eolianitos da praia de Itaqui e os Beach rocks da praia de Barrinha. Os geomorfossítios com maior potencial para o desenvolvimento do geoturismo foram, novamente, o Delta do Parnaíba e a Pedra do Sal. No entanto, o maior destaque da quantificação foram os resultados da quantificação para fins educativos, em que os geomorfossítios foram classificados como ‘muito alta’ e ‘alta’ relevância, com destaque para o Delta do Parnaíba, Pedra do Sal, Macapá e Estuário Ubatuba/Timonha. Em seguida, foi calculado o Grau de Suscetibilidade para indicar a prioridade de gestão e monitoramento, chegando-se aos geomorfossítios Delta do Parnaíba, Macapá, Pedra do Sal e Eolianitos de Itaqui. Um mapa de uso geoturístico foi apresentado de acordo com a proposta interpretativa, ou seja, prioridade para a informação geocientífica com linguagem simples e, secundariamente, as informações acerca de serviços de apoio turístico nos quatro municípios do litoral piauiense. Um plano de medidas de valoração e divulgação foi apresentado, indicando os principais meios interpretativos ideais para cada geomorfossítio, como material impresso, painéis interpretativos, jogos e atividades lúdicas, dentre outros.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28468
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Laryssa Sheydder de Oliveira Lopes.pdf11.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons