Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28163
Title: Mixobiota da Reserva Biológica Guaribas, Paraíba
Authors: PROTÁZIO, Pedro Barros
Keywords: Fungos; Myxomycetes; Mata Atlântica; Paraíba
Issue Date: 13-Mar-2014
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Os mixomicetos são organismos sapróbios e bacterívoros que participam do processo de decomposição da matéria orgânica, contribuindo com a ciclagem de nutrientes nos diferentes ecossistemas em que ocorrem. Ocupam diversos microhabitats, tais como: troncos apodrecidos, cascas de árvore vivas, folhedo de solo, folhedo aéreo, dentre outros. No presente trabalho visou-se ampliar o conhecimento sobre sua distribuição geográfica no Brasil e em ambientes de tabuleiro e floresta úmida. Selecionou-se para estudo a Reserva Biológica Guaribas, Paraíba, onde-se encontra um ecossistema em mosaico com gradiente ecológico entre esses dois tipos de ambientes. Foram realizadas cinco excursões para a coleta de esporocarpos de mixomicetos, explorando as trilhas da mata de Cabeça de Boi e a área de tabuleiro. Em nove pontos estabelecidos em cada área, foram coletadas amostras de folhedo do solo, folhedo aéreo, cascas de tronco caído e cascas de tronco vivo para a montagem de 450 câmaras úmidas. A análise dos espécimes e espécies obtidos em campo ou por cultivo em câmara úmida procurou responder se a mixobiota das duas fitofisionomias assemelha-se quanto a composição e abundância das espécies, e se as características ambientais das duas áreas influenciam na ocupação dos microhabitats pelos mixomicetos. Do total de 148 espécimes obtidos, foram identificadas nove famílias, 17 gêneros e 31 espécies. Ampliando o conhecimento sobre a distribuição geográfica conhecida, são novas referências para a mixobiota paraibana 13 espécies, das quais são também novos registros para o Brasil Perichaena vermicularis var. microspora, Didymium verrucosporum e Comathicha pulchelloides. Verificou-se maior riqueza de espécies no ambiente de floresta úmida, sendo a composição das duas mixobiotas distintas, tendo apenas em comum Arcyria cinerea, Cribraria confusa e Echinostelium minutum. A família Trichiaceae predominou no ambiente de floresta úmida, enquanto no ambiente de tabuleiro predominou a Cribrariaceae. As duas mixobiotas assemelharam-se quanto a diversidade taxonômica. Considerando a abundância das espécies, Hemitrichia calyculata, Hemitrichia serpula, Arcyria cinerea, Physarella oblonga e Stemonitis fusca caracterizaram a mixobiota de floresta úmida e Cribraria confusa e Echinostelium minutum, a mixobiota de tabuleiro. No ambiente do tabuleiro, os mixomicetos foram escassos e ocuparam folhedos e troncos vivos. Na floresta úmida, existiu uma preferência por ocupar microhabitats oferecidos por troncos caídos e folhedos de solo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28163
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO Pedro Barros Protázio.pdf978.57 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons