Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28102
Título: Mastoplastia de aumento com hidrogel de polissacarídeo de melaço de cana-de-açúcar em porcas
Autor(es): SALGADO FILHO, Ivo Vieira
Palavras-chave: Mastoplastia; Prótese; Polissacarideo; Implante
Data do documento: 28-Dez-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Introdução: Os implantes de silicone são produzidos com gel coesivo contido por uma cápsula de silicone elástica texturizada que tem contribuído para formação de cápsula fibrosa mais delgada produzida pelo organismo, em decorrência à reação inflamatória sobre o implante. Objetivo: Avaliar a utilização do hidrogel de polissacarídeo de melaço de cana-de–açúcar em mastoplastia de aumento em porcas. Método: Uma porca com registro 164 com três meses e seis dias de idade e 60kg e 300g de peso corpóreo, outra porca de registro 165 com três meses e seis dias de idade, pesando 61kg e 500g, outra porca de registro 167 com mesma idade pesando 62kg e 50g incluindo-se 36 mamas dos referidos animais filhos da mesma mãe. Utilizando-se um paquímetro, foram realizadas as medidas das alturas das mamas indo da base até a base dos mamilos antes do experimento. Resultados: análise descritiva do diâmetro inicial das mamas das porcas e da altura inicial das bases das mamas até as bases dos mamilos, segundo os grupos do experimento. Verifica-se que a média do diâmetro das bases das mamas participantes do grupo controle (C) é menor que a média do diâmetro das bases das mamas do grupo que receberam o hidrogel de polissacarídeo celulósico (B) (1,33cm e 1,60cm, respectivamente). Observa-se que a média de altura das bases das mamas até as bases dos mamilos do grupo C é menor que a média de altura das bases das mamas até as bases dos mamilos do grupo B (0,80cm e 0,92cm, respectivamente). Desta forma podemos considerar que os dois grupos são homogêneos no momento inicial da pesquisa. Uma porca com registro 164 com três meses e seis dias de idade e 60.300 gramas de peso corpóreo, outra porca de registro 165 com três meses e seis dias de idade, pesando 61.500 g, outra porca de registro 167 pesando 62.050 g incluindo-se 36 mamas dos referidos animais filhos da mesma mãe. Conclusões: Os materiais estudados no presente trabalho podem ser considerados biocompatíveis e de eleição para implantes no campo da cirurgia plástica.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28102
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Cirurgia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Ivo Vieira Salgado Filho.pdf4,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons