Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28092
Título: “A pobreza como estopim da revolução”: a Aliança para o Progresso em Pernambuco (1959-1964)
Autor(es): BARROS, Arthur Victor Goncalves Gomes de
Palavras-chave: Pernambuco - História; Guerra Fria; Política internacional; Aliança para o Progresso
Data do documento: 22-Fev-2017
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O presente trabalho visa analisar o programa norte-americano da Aliança para o Progresso em Pernambuco durante os anos iniciais da década de 1960, enquanto instrumento de intervenção política. O processo de penetração estrangeira no estado já vinha se consolidando desde o início da década. O interesse deste país na região foi resultado das movimentações sociais proporcionadas principalmente pelas Ligas Camponesas. O receio que novas “Cubas” explodissem no continente permitiu que a Aliança para o Progresso fosse utilizada como um instrumento de penetração nos assuntos políticos de determinados países, pratica esta adotada durante a administração do democrata John F. Kennedy. No caso de Pernambuco, obteve seu auge nas eleições para governador no ano de 1962. Desta forma, a dissertação procura demonstrar o percurso utilizado pelo governo dos Estados Unidos para penetração nos assuntos políticos do estado, sem que recorresse a intervenção militar direta. Portanto, seu estudo permite demonstrar a inserção do Brasil no contexto da Guerra Fria e sua relação com a política de segurança nacional.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/28092
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Arthur Victor Gonçalves Gomes de Barros.pdf2,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons