Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2738
Título: E-SPL Uma abordagem para a fase de requisitos na engenharia de domínio e na engenharia de aplicação com modelos de objetivo
Autor(es): Diego Quirino Lima, Carlos
Palavras-chave: Linha de produto de software (SPL);Modelos de objetivos;Linguagem i*- ortogonal;Engenharia de requisitos
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Diego Quirino Lima, Carlos; Freire Brelaz de Castro, Jaelson. E-SPL Uma abordagem para a fase de requisitos na engenharia de domínio e na engenharia de aplicação com modelos de objetivo. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: A Engenharia de Domínio (Domain Engineering DE) e a Engenharia de Aplicação (Application Engineering AE) são processos ligados à Engenharia de Linha de Produto de Software (Software Product Line Engineering SPLE). Na DE é realizada a definição e a documentação das características comuns e variáveis de uma família de produtos. Já na AE é construído um produto específico de software (seleção de produto) através do reuso sistemático e organizado dos artefatos de domínio. Modelos de Visão da Variabilidade de COVAMOF (COVAMOF Variability View - CVV), Modelos de Features (Features Model FM) e Modelos Ortogonais de Variabilidade (Orthogonal Variability Model OVM) tradicionalmente têm sido utilizados em tais processos como artefatos centrais para documentação e desenvolvimento de uma Linha de Produto de Software (Software Product Line - SPL). Estão relacionados ao gerenciamento da variabilidade e à sua evolução. Atualmente, algumas abordagens têm utilizado Modelos de Objetivos como fonte de variabilidade de domínio ou têm mapeado/ integrado Modelos de Objetivos e Modelos de Features para documentar uma SPL. No entanto, nenhuma delas suporta simultaneamente todos os conceitos de gerenciamento de variabilidade, como, por exemplo, aqueles presentes no Framework Ortogonal de Variabilidade (Orthogonal Variability Framework OVF). Outra limitação é que nenhuma dessas abordagens utiliza modelos de objetivos enriquecidos com informações de variabilidade como artefato central na AE, produzindo um modelo de especificação de requisitos em i* específico para um produto. O objetivo principal desta dissertação é realizar uma abordagem para DE e AE com gerenciamento de variabilidade utilizando modelos de objetivos, na fase de requisitos, denominada E-SPL (Early Software Product Line Linha de Produto de Software Inicial). Para isso, será necessário estender uma linguagem de modelagem de variabilidade existente, denominada i*-c (com cardinalidade), para que ela venha contemplar todos os construtores presentes no OVF, criando o i*-Ortogonal. Especificamente para o processo de AE, ESPL utilizará modelos conceituais de contextos para sistematizar a seleção de configuração específica de produto. O uso de E-SPL será exemplificado com um sistema de agendamento de cursos (MyCourses) e com uma funcionalidade do sistema Mobile Media
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2738
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6933_1.pdf4,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.