Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2579
Título: SharpLudus : improving game development experience through software factories and domain-specific languages
Autor(es): Wilson Brotto Furtado, André
Palavras-chave: Desenvolvimento de jogos;Automação;Fábricas de software;Linguagens de domínio específico
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Wilson Brotto Furtado, André; Luís de Medeiros Santos, Andre. SharpLudus : improving game development experience through software factories and domain-specific languages. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: A indústria de jogos digitais é uma das mais bem-sucedidas do mundo, equiparando-se até mesmo às indústrias de cinema e música. Entretanto, a industrialização no desenvolvimento de software, tendência que vem surgindo em resposta ao crescimento exponencial da demanda global por software, apresentará muitos desafios novos ao desenvolvimento de jogos. Estudos revelam que existe evidência suficiente de que o atual paradigma de desenvolvimento está próximo de seu fim, e que um novo paradigma é necessário para suportar os novos rumos das tecnologias de desenvolvimento de software. Por exemplo, apesar de motores para jogos (game engines) terem trazido os benefícios da Engenharia de Software e orientação a objetos visando a automação no desenvolvimento de jogos, o nível de abstração provido por eles poderia ser mais facilmente assimilado através de ferramentas baseadas em linguagens, da utilização de diagramas como elementos-chave no desenvolvimento (no mesmo nível do código-fonte) e de uma melhor integração com processos de desenvolvimento. Este trabalho, portanto, explora a integração entre o desenvolvimento de jogos, uma disciplina inerentemente criativa, com o conceito de fábricas de software, que são focadas em transformar o atual paradigma artesanal de desenvolvimento em um processo de manufatura. A especificação (schema) de uma fábrica de software para um domínio específico de jogos é descrita, e uma linguagem de domínio específico (DSL) visual, que realiza parte da especificação da fábrica, é definida. Esses conceitos foram implementados e implantados em um ambiente de desenvolvimento, que inclui geração de código (que consome um game engine simples) a partir dos diagramas especificados na DSL desenvolvida. Finalmente, cenários reais, desenvolvidos para validar a fábrica de software proposta e sua DSL visual, permitem concluir que a abordagem apresentada permite aos desenvolvedores de jogos um trabalho mais produtivo, com um maior nível de abstração e de maneira mais próxima de seu domínio de aplicação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2579
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5123_1.pdf5,87 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.