Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25507
Title: Fatores que afetam a bioequivalência e metanálise aplicada a intercambialidade de medicamentos
Authors: SOUZA FILHO, José Homero de
Keywords: Bioequivalência; Metanálise; Farmacocinética; Intercambialidade
Issue Date: 12-Aug-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Estudos não garantem a bioequivalência entre genéricos ou entre similares do mesmo medicamento de referência. A grande alternância de fabricante de medicamento ao longo do tratamento, está gerando preocupação dos médicos e farmacêuticos, principalmente nos países desenvolvidos, pois os estudos, atualmente, realizados e exigidos pelas agências reguladoras não garantem que essas trocas sejam seguras e que não comprometam o tratamento do paciente. Este trabalho teve o objetivo de analisar as variáveis referentes ao impacto do cronograma de coleta, do gênero da população do estudo e dos critérios de escolha dos voluntários, parâmetros farmacocinéticos, coeficientes de variação no resultado dos estudos. Adicionalmente, foi avaliado e utilizado o método estatístico de metanálise para verificação da bioequivalência entre medicamentos genéricos e/ou similares em estudos independentes. A análise do impacto do cronograma de coleta foi realizada através da análise estatística da bioequivalência do estudo com diferentes cronogramas de coleta. O estudo do gênero foi conduzido com a realização de estudo com homens e mulheres em um único grupo e depois os grupos foram separados e comparados de forma isolada. A influência da massa corporal foi estudada separando os voluntários em subgrupos, de acordo com os critérios de massa corporal e índice de massa corporal. Já a metanálise foi realizada de acordo com um protocolo previamente elaborado, onde se avaliou a bioequivalência entre diversos fabricantes dos seguintes fármacos: metildopa, lamivudina, fluconazol, da associação de sulfametoxazol e trimetoprima. As analises mostraram que um cronograma com maior quantidade de pontos gera resultados mais fidedignos, além de propiciar uma redução do coeficiente de variação e um intervalo de confiança mais estreito. As mulheres apresentaram um tempo para concentração plasmática máxima - Tmáx maior e uma meia vida plasmática e um coeficiente de variação intersujeito menor que os homens. A seleção dos voluntários com a utilização de massa corporal como critério de seleção promoveu uma redução dos coeficientes de variação. A metanálise se mostrou uma técnica eficaz e que alguns medicamentos não foram considerados bioequivalentes. Concluímos que todos os fatores analisados podem afetar os valores dos parâmetros farmacocinéticos e alterar, inclusive, o resultado do estudo, todavia, o grau do impacto varia para cada medicamento e não podemos generalizar os resultados obtidos. A metanálise pode ser utilizada para avaliar medicamentos genéricos e similares em estudos independentes, aumentando a segurança para população e reduzindo os riscos nas trocas de medicamentos, produzidos por diferentes fabricantes.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25507
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE José Homero de Souza Filho.pdf3.28 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons