Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24629
Title: Sistemática e história evolutiva de Campylocentrum Benth. (Orchidaceae)
Authors: SILVA, Edlley Max Pessoa da
Keywords: Orquídea; Filogenia; Biogeografia
Issue Date: 20-Feb-2017
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Sistemática e história evolutiva de Campylocentrum (Orchidaceae) – Este estudo se propôs a elucidar o complexo gênero Campylocentrum, utilizando diversas ferramentas como morfologia externa, anatomia, genética molecular, relógio molecular e biogeografia num ensaio à taxonomia integrativa. Os estudos desenvolvidos evidenciaram a necessidade de maior atenção com as coleções científicas visto que das oito novas espécies descritas cinco já tinham sido previamente coletadas. A análise de carateres anatômicos das raízes se mostrou importante para distinguir grupos taxonômicos dentro do gênero. O estudo filogenético baseado em dados moleculares nucleares (ITS e Xdh) e plastidiais (matK, rpl32-trnL, trnL-F e ycf1) mostrou que a classificação infra-generica previamente conhecida não se sustentava, e duas novas seções foram propostas, sendo reconhecidas cinco no total. A maioria dos caracteres amplamente utilizados na taxonomia de Orchidaceae foi indicada como homoplásicas em Campylocentrum, por outro lado outros sub-utilizados como raízes e cápsulas são apresentados como mais consistentes. Através de uma análise de datação, ficou evidente que Campylocentrum assim como seu gênero irmão Dendrophylax são recentes, e suas diversificações estão ligadas a eventos ocorridos principalmente no Plioceno e Pleistoceno. A análise biogeográfica indicou eventos sucessivos de dispersão a longa distancia. Embora apenas uma espécie tenha cito citada anteriormente como ameaçada, após análise das distribuições seguindo as normas da IUCN concluímos que Campylocentrum inclui três espécies ―quase ameaçadas‖ (NT), três vulneráveis (VU), uma ameaçada (EN) e duas criticamente ameaçadas (CR). O gênero compreende 72 espécies, sendo 37 da seção Campylocentrum, 13 da seção Dendrophylopsis, 15 da seção Laevigatum, uma da seção Pseudocampylocentrum e seis da seção Teretifolium. Considera-se o Brasil o país com maior diversidade onde podem ser encontradas 36 espécies.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24629
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Edlley Max Pessoa da Silva.pdf10.71 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.