Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2389
Título: Compilando Haskell para .NET via F#
Autor(es): Kely de Melo Oliveira, Guilherme
Palavras-chave: Compiladores;Haskell;GHC;F#;Plataforma .NET;Linguagens funcionais
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Kely de Melo Oliveira, Guilherme; Luís de Medeiros Santos, Andre. Compilando Haskell para .NET via F#. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Diferentes linguagens de programação disponibilizam diferentes formas de se implementar uma funcionalidade. Por exemplo, acessar um banco de dados usando C++ ou Python podem ser duas tarefas completamente diferentes. Por outro lado, com o surgimento da Plataforma .NET o acesso a dados com C++ .NET ou IronPython, por exemplo, se tornaram atividades muito parecidas tendo apenas algumas diferenças sintáticas. A Plataforma .NET é distribuída com um conjunto padrão de compiladores para diferentes linguagens como C#, Visual Basic .NET, JScript e J#, todas são orientadas a objetos. Com isso podemos notar uma maior atenção comercial dada ao paradigma de orientação a objetos. No entanto, esse dado não significa que devamos concluir que outros paradigmas não possam ser suportados, pelo contrário e a criação da linguagem F# é um exemplo de que a Plataforma .NET pode dar suporte a diversos paradigmas. Haskell é uma linguagem puramente funcional, não-estrita e fortemente tipada. E por ser uma linguagem de alto poder de expressão e não permitir efeitos colaterais durante sua execução, um programa escrito em Haskell se torna mais fácil de testar, otimizar e paralelizar. No entanto há um grande vazio quando tocamos na questão de ferramentas e APIs para Haskell. Devido ao fato de desenvolvedores usarem uma grande gama de ferramentas e tecnologias, cada qual com diferentes funcionalidades e tipos, tem sido historicamente difícil garantir a interoperabilidade entre as linguagens. No entanto, os compiladores e ferramentas que tem como alvo máquinas virtuais como a Plataforma .NET tiram proveito do suporte a interoperabilidade entre linguagens inerente a esses tipos de sistemas. O presente trabalho propõe um novo esquema de compilação de Haskell para a Plataforma .NET utilizando F# como linguagem intermediária. Tal abordagem nos livra dos inúmeros problemas que a geração de código diretamente para MSIL pode trazer, possibilitando irmos um pouco mais além na questão da interoperabilidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2389
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3216_1.pdf6,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.