Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23844
Título: Efeitos do treinamento motor com o videogame ativo em crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade
Autor(es): WANDERLEY, Lissa Marques
Palavras-chave: Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade; Transtorno das possibilidades motoras; Jogos de vídeo
Data do documento: 10-Dez-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma desordem do Neurodesenvolvimento, caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade. As crianças com TDAH apresentam habilidades motoras abaixo do esperado para a idade com problemas no planejamento, execução e ajuste do movimento. Buscando uma opção de tratamento para essas crianças, esta pesquisa tem como objetivo descrever os efeitos do treinamento motor através do uso mediado do videogame ativo. A pesquisa foi realizada no período de maio a setembro de 2015 em duas escolas, na cidade do Recife-PE, com cinco crianças com diagnóstico de TDAH. Os procedimentos foram divididos em 3 etapas, a primeira etapa consistiu da aplicação com os pais/responsáveis de questionário para avaliação do perfil sócio-biodemográfico, do questionário Developmental Coordination Disorder QuestionnaireBrasil (DCDQ), para detecção de possível Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC), e da avaliação motora com as crianças através da Escala de Desenvolvimento Motor (EDM). Na segunda etapa procedeu-se a intervenção motora com o videogame ativo, com sessões individuais, com o tempo de 30 min, duas vezes por semana num total de 16 sessões. A ferramenta utilizada foi o Xbox 360® + Kinect® da marca Microsoft®. Os jogos utilizados foram o Kinect Adventures®, Yourshap Fitness Evolved 2012®, Sonic Free Riders®. Em seguida, realizou-se a terceira etapa, com a reavaliação motora. Os resultados mostraram uma incidência maior de meninos. Em relação a medicação em uso para o TDAH, somente uma criança fazia uso. O IMC foi classificado na maioria das crianças em Obesidade e Sobrepeso. O resultado do questionário DCDQ-Brasil obteve classificação de Provável TDC em 60% das crianças. As médias dos quocientes foram correspondentes mais elevados na avaliação final do que inicial, sendo que as duas diferenças significativas entre as avaliações (p < 0,05) foram registradas no quociente da organização espacial (85,73% x 67,34%) e no quociente motor geral (94,86% x 85,00%). Esta pesquisa, apesar de um número de voluntário pequenos, encontrou resultados favoráveis ao treinamento motor com o videogame ativo em crianças com TDAH, sendo necessário mais estudos com uma população maior para que esses benefícios possam ser consolidados.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23844
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO MESTRADO LISSA MARQUES WANDERLEY .pdf2,75 MBAdobe PDFVer/Abrir    Item embargado


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons