Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23790
Título: Atividade imunomoduladora de lectinas de Cratylia (pcramoll) em modelo de infecção por Cryptococcus gattii
Autor(es): JANDÚ, Jannyson José Braz
Palavras-chave: Micose; Fungos; Pulmões – Doenças fungícas; Lectinas
Data do documento: 4-Ago-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Cryptococcus gattii é um dos principais agentes da criptococose em indivíduos saudáveis, e para o tratamento da infecção, drogas antimicóticas em monoterapia ou em associação são utilizadas. Todavia, à toxicidade dessas drogas e o crescente aparecimento de linhagens resistentes impulsiona a busca por novas terapias que sejam eficientes e que causem menos efeitos colaterais. Para isso, estudos in vitro e modelos experimentais no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas são utilizadas. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito imunomodulador de pCramoll em modelo de infecção intratraqueal por C. gattii, analisando parâmetros como carga fúngica nos órgãos alvos, quantificação nos níveis dos fatores inflamatórios envolvidos na doença, como a influência da pCramoll na fagocitose de C. gatti. Após escolha terapêutica mais efetiva, na qual pCramoll sozinha ou combinada a fluconazol a 20mg.kg-1 aumentam a sobrevida dos animais infectados, foi observado uma influência expressiva na morbidade dos animais tratados, melhorando aspectos como (estado neuropsiquiátrico, comportamento motor, função autonômica, tônus e força muscular e função reflexo/sensorial). Com os tratamentos propostos também houve diminuição de carga fúngica pulmonar e cerebral com 15 e 35 dias pós-infecção. E modulação nos níveis de CXCL/KC, IL-10 e IL-17 como do infiltrado inflamatório. In vitro, pCramoll estimulou a fagocitose de C. gattii por macrófagos de medula, com grande produção de espécies reativas do oxigênio, diminuindo a proliferação intracelular fúngica. Os achados mostram que a combinação de pCramoll com fluconazol é uma alternativa terapêutica viável frente a criptococose, aumentando a sobrevida e principalmente melhorando a morbidade dos animais infectados.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23790
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Jannyson José Braz Jandú.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons