Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23531
Título: Discussão sobre o absenteísmo laboral dos profissionais de limpeza que prestam serviço no campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco
Autor(es): CASTRO, Manoel Heleno de
Palavras-chave: Absenteísmo; DORT; Usabilidade; Limpeza; Segurança do trabalho; Terceirização; Equipamentos
Data do documento: 20-Jul-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa faz uma discussão das causas do absenteísmo laboral dos serventes de limpeza que presta serviço no campus Recife da UFPE e se estão relacionados ao uso de três equipamentos de limpeza: mop água, mop pó e enceradeira industrial. Foi utilizada a AET – Análise Ergonômica do Trabalho, iniciada com uma demanda que foi o número significativo de licenças médicas dos profissionais de limpeza durante os anos de 2010 a 2015, passando para analise da tarefa com a verificação das rotinas contidas no contrato de prestação de serviço, depois com a análise da atividade com a observação assistemática do trabalho real dos serventes e ao final se faz recomendações ergonômicas e de segurança do trabalho para contratos entre a administração pública e as empresas contratadas, além de modelo de rotinas e frequências de limpeza e um plano de trabalho de limpeza. Ainda, abordou-se sobre a terceirização no serviço público e seu contexto histórico, além de suas vantagens e desvantagens, também foi discutido o processo de contratação de empresa terceirizada no serviço público, também como ocorre à gestão e a fiscalização dos contratos. Foi realizada uma abordagem sobre a segurança do trabalho e a ergonomia. Foi feito um breve histórico da limpeza profissional e a evolução dos equipamentos de limpeza. Ainda foram feitas considerações sobre a usabilidade de produtos e sobre o conceito de absenteísmo e de absenteísmo por doença. A coleta de dados foi feita em folha de pagamento, atestados médicos e a pela aplicação de questionários. Os dados coletados não caracterizam que os equipamentos causam absenteísmo, mas podem contribuir, pois na análise dos atestados médicos a maior parte dos afastamentos é ocasionado por doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23531
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ergonomia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Manoel Heleno de Castro fev 2017.pdf3,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons