Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23280
Título: Efeito da ELTGOL e Acapella sobre aeração e ventilação pulmonar avaliada através da tomografia por impedância elétrica em indivíduos com fibrose cística
Autor(es): COUTO, Amanda Silva
Palavras-chave: Fibrose cística; Fisioterapia; Impendância elétrica
Data do documento: 28-Set-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Técnicas amplamente utilizadas em pacientes com fibrose cística (FC) como L’Expiration Lente Totale Glotte Ouverte en Décubitus Latéral (ELTGOL) e Acapella® ainda não têm seus efeitos fisiológicos completamente esclarecidos. A tomografia por impedância elétrica (TIE) permite de modo não invasivo, livre de radiação e de modo contínuo o estudo do comportamento de técnicas de fisioterapia respiratória a partir do comportamento regional da aeração e ventilação pulmonar. Portanto, a presente dissertação teve como objetivo avaliar os efeitos agudos da ELTGOL e Acapella® sobre aeração e ventilação pulmonar regional avaliadas através da TIE em indivíduos com FC e saudáveis. Para tal, foi realizado um estudo, composto por 7 pacientes com FC e 7 indivíduos saudáveis, executado em 3 fases com washout ≥ 48 horas. Na primeira fase foram mensuradas medidas antropométricas, pressões respiratórias máximas e realizado teste de função pulmonar. Nas fases subsequentes foram realizadas em dias distintos, em sequência randomizada, as intervenções com ELTGOL e Acapella®. O efeito agudo foi avaliado através End Expiratory Lung Impedance (EELZ); Variação de Impedância Elétrica (ΔZ) global e das zonas ventral, dorsal, direita e esquerda e sincronia ventilatória nessas zonas através da TIE durante 30 minutos. E através do grau de dispneia, saturação periférica de oxigênio (SpO2), frequência respiratória (FR), frequência cardíaca, pressão arterial média (PAM). A presente dissertação resultou em dois artigos do tipo série de casos, em que foi observado: Artigo 1 6 indivíduos com FC reduziram EELZ entre -3% a -7% e 1 aumentou 4%. Nos saudáveis 3 reduziram entre -5% a -2% e 4 aumentaram entre 2% e 8%. A ventilação variou entre -6% e 37% nos indivíduos com FC e entre -7% e 30% nos saudáveis. Com relação as variáveis cardiorrespiratórias apenas o grupo FC aumentou grau de dispneia, FR e SpO2. Artigo 2: Um voluntário do grupo FC apresentou redução do EELZ de 3,56% e os demais aumentos entre 3,93% e 8,35%. Em relação a ventilação pulmonar houve variações entre -0,47% e 14,28% de ΔZ , e uma correlação linear positiva forte (r=0,0836; r2: 0,699; p<0,001) entre ΔZ global e VC. Já no grupo de saudáveis houve aumento do EELZ entre 1,63% e 8,35%, redução do ΔZ entre -5,08 e -21,71, e uma correlação linear positiva moderada (r= 0,455; r2: 0,407; p < 0,001) entre o ΔZ global e VC. Ambos os grupos apresentam maior distribuição da ventilação nas zonas direita e dorsal, sincronismo ventilatório e estabilidade hemodinâmica e respiratória após intervenção. Concluímos que a ELTGOL apresenta um padrão de redução do EELZ em indivíduos com FC, e heterogeneidade em relação ao padrão de resposta do EELZ em saudáveis e do ΔZ em ambos os grupos. Não promove instabilidade respiratória e hemodinâmica importantes.JÁ a Acapella® parece aumentar aeração pulmonar em indivíduos com FC e saudáveis. Nos voluntários estudados todos apresentaram uma distribuição maior da ventilação nas zonas posterior e direita e sincronia ventilatória antes e após intervenção. E seu uso não promove instabilidades hemodinâmica e respiratória em FC e saudáveis.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23280
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Fisioterapia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
01 Dissertação final com artigos com ficha catalográfica e folha de aprovação (1).pdf2,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons