Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23155
Título: Percepções de alunos, professores e gestores em relação à (des)legitimação da educação física escolar no ensino médio em Vitória de santo Antão-PE
Autor(es): ALCÂNTARA, Alisson dos Santos
Palavras-chave: Educação Física Escolar; Legitimação; Ensino médio
Data do documento: 15-Jan-2018
Citação: ALCÂNTARA, A. S.
Resumo: Este estudo buscou refletir sobre (des.) legitimidade da educação física escolar, com o relevo das mudanças legislativas aprovadas recentemente no Congresso Nacional para o ensino médio. Com o objetivo de analisar as percepções de gestores, professores e educandos no que concerne à importância da educação física em escolas de referência voltadas ao ensino médio em Vitoria de Santo Antão, Pernambuco, o estudo recorreu à utilização de questionários como técnica para a coleta de dados, demonstrando necessidades formativas da juventude, perfil do alunado, vínculos com a disciplina e condições da oferta com representações de abordagem quantitativa. Com recorte amostral total de 254 sujeitos, os resultados apontaram que a minoria dos alunos trabalha ou estagia, apesar da motivação do curso relacionar-se com a inserção laboral. As quadras poliesportivas estão inadequadas para as aulas, além da recorrência de aulas separadas entre meninos e meninas. Os docentes citaram relatório de aula como atividade estudantil pela não participação nas aulas, enquanto baixo número de estudantes fez a menção deste instrumento. Para eles, a conversa com amigos ocupa o tempo não destinado à participação nas aulas. A disciplina assume preferência no gosto estudantil do que na relevância entre os demais componentes curriculares, com alta frequência nos desejos de aumento de carga horária. Um dos gestores participantes discorda deste aumento, além de posição unânime do caráter obrigatório da disciplina, que conferiu maioria do alunado quanto ao facultado. A atividade física configura-se como principal aprendizado nas aulas, embora a conformação de desenhos didáticos que fortalecem a exclusão de meninas, como aulas em separado e exigência de habilidades.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23155
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Educação Física (Licenciatura)

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALCANTARA, Alisson dos Santos.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons