Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2304
Título: Interatividade entre dispositivos móveis e TV digital no Ginga através de uma arquitetura orientada a serviços
Autor(es): Felipe Sá Leitão Guimarães, Luiz
Palavras-chave: Ginga;Middleware;TV Digital Interativa;SBTVD;Xlet;Java ME
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Felipe Sá Leitão Guimarães, Luiz; da Fonseca de Souza, Fernando. Interatividade entre dispositivos móveis e TV digital no Ginga através de uma arquitetura orientada a serviços. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: O middleware do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD), chamado Ginga, possibilita a interação entre dispositivos móveis e o receptor de TV Digital. Esta é uma de suas maiores inovações, e é viabilizada pela inclusão de novas interfaces de rede no set-top box que interagem com dispositivos domésticos. Esta rede doméstica é chamada de Home Area Network, e é capaz de integrar tecnologias de rede como Wi-Fi, Bluetooth, Ethernet, USB, entre outros. Pela especificação do SBTVD, as novas interfaces de rede podem ser usadas pelas aplicações interativas (Xlet) através da API de Integração de Dispositivos. Esta API possibilita a comunicação do receptor com um módulo do Ginga executado nos dispositivos móveis. Porém, um usuário não pode iniciar a comunicação com o receptor quando desejado. Também não é possível utilizar o receptor como um gateway entre dispositivo móvel e qualquer servidor acessível pelo canal de retorno. Isto permitiria a utilização da Internet ou de qualquer aplicação pelos dispositivos móveis sem onerar o custo que existe na utilização das redes de telefonia. Estas impossibilidades demonstram apenas algumas das suas limitações. Além disso, as diversas novas possibilidades de interação são pouco exploradas. Para expandir as funcionalidades providas, este trabalho propõe resolver algumas dessas lacunas existentes na abordagem do SBTVD através da utilização de uma arquitetura orientada a serviços (Service-Oriented Architecture - SOA). Essa abordagem proposta viabiliza a interação com o receptor para o consumo de serviços sempre que desejado pelo usuário. Não é necessária a existência de qualquer aplicação interativa, nem mesmo do sinal das operadoras de TV. Toda a infra-estrutura é montada em software, sem a necessidade, portanto, da existência de novo hardware além dos já propostos pelo SBTVD
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2304
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2934_1.pdf5,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.