Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2239
Title: Atividade Antimicrobiana da Lectina do Líquen Cladonia verticillaris (CLAVELL) sobre Bactérias e Fungos de Importância Médica
Authors: de Brito Marques Ramos, Dalila
Keywords: Lectina;Cladonia verticillaris;Ação antibacteriana;Ação antifúngica
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Brito Marques Ramos, Dalila; Cassandra Breitenbach Barroso Coelho, Luana. Atividade Antimicrobiana da Lectina do Líquen Cladonia verticillaris (CLAVELL) sobre Bactérias e Fungos de Importância Médica. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Proteínas antimicrobianas, entre elas as lectinas, despertam o interesse de muitos pesquisadores, uma vez que podem ser usadas como agentes biológicos contra infecções microbianas. Esse trabalho descreve atividades antibacteriana e antifúngica de uma lectina e de outras preparações obtidas do líquen Cladonia verticillaris, contra microorganismos de importância médica. A lectina ClaveLL foi purificada através de um protocolo previamente definido. O líquen foi submetido à extração com tampão fosfato de sódio pH 7,0 (PBS), seguida de filtração e centrifugação para obtenção do extrato bruto (E). Foi realizado um fracionamento com sulfato de amônio a 30 %. A fração protéica obtida por centrifugação (F1) foi submetida à cromatografia de exclusão molecular utilizando a matriz Sephadex G-100 para a obtenção da lectina pura e ativa. A atividade antibacteriana foi testada contra Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis, Enterococcus faecalis, Klebsiella pneumoniae e Escherichia coli. ClaveLL apresentou atividade antimicrobiana contra todas as espécies testadas, com maior ação inibitória sobre o crescimento de E. coli, contra a qual revelou menor Concentração Mínima Inibitória (7,18 mg/mL), embora a menor Concentração Mínima Bactericida (57,4 mg/mL) tenha sido detectada contra E. faecalis. Nos ensaios antifúngicos, foram avaliadas preparações de E, F1 e ClaveLL contra os dermatófitos Trichophyton mentagrophytes, Microsporum gypseum, Trichophyton rubrum, Trichosporon cutaneum e Trichosporon asahi. A atividade antifúngica também foi avaliada contra os fitopatogênicos Fusarium solani, Fusarium oxysporum e Fusarium lateritium, os quais são patógenos oportunistas que podem causar infecções graves em humanos. ClaveLL foi mais ativa contra T. rubrum com um percentual de inibição de 35 % em relação ao controle negativo (PBS). E e F1 apresentaram maior atividade de inibição de crescimento contra T. mentagrophytes (35 %) e F. solani (42,9 %), respectivamente. Os resultados indicam ClaveLL e outras preparações obtidas de C. verticillaris como potenciais agentes antimicrobianos úteis para aplicações biotecnológicas com enfoque na saúde humana
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2239
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6721_1.pdf732.46 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.